21/09/2015 às 00h31min - Atualizada em 21/09/2015 às 00h31min

Vereadores votam hoje redução de salário do prefeito e mantém seus próprios salários em R$ 5.500,00

Teve vereador indignado em baixar o salário da vice-prefeita

Cristiano Setragni

Hoje é o dia da hipocrisia em Corrente, veremos na sessão da Câmara Municipal o quanto somos porcamente representados. Na última sessão alguns vereadores pediram vista ao projeto de lei que reduz salário de prefeito, vice e secretários. Durante a semana houve reuniões para discutir alterações no projeto, ficou estipulado redução de 50% no salário do prefeito e propuseram aumentar mais o desconto nos salários dos secretários, porém, não houve uma única emenda de redução dos salários dos vereadores. O que me choca e me deixa envergonhado é saber que vereadores como Salmeron e Gilmário são 100% contra a redução do salário da vice prefeita, uma pessoa que nunca passou um único dia da vida dentro da prefeitura e recebe para não fazer absolutamente nada! Salmeron ficou transtornado com a possibilidade de reduzirem o salário da vice prefeita. O vereador Edilson havia me dito que entraria com projeto de redução de salário dos vereadores, não entrou. Joabe e Riva, em uma ocasião onde eu estava presente, deixaram claro que baixar salário de vereador é difícil, é ruim para o vereador, pois vereador trabalha muito. Dos onze vereadores nenhum teve CORAGEM de apresentar proposta de redução dos seus salários, agora poderão comemorar pois estarão ganhando praticamente o mesmo que o prefeito de Corrente. Talvez Corrente mereça exatamente os mesmos na próxima gestão da Câmara, pois não passam de uma dúzia os cidadãos que tem coragem de manifestar-se contra tamanha imoralidade que vem sendo realizados de sessão em sessão da Câmara.

 

IMORALIDADE, PARTE ll

Foi preciso a justiça intervir para que o presidente da Câmara, Kadica, aprove o projeto de lei 03/2015. Agora a prefeitura poderá vender imóveis sem utilidade e reverter o dinheiro em obras que a cidade de Corrente tanto necessita, uma vergonha para um presidente de Câmara, sabia que estava contra a lei e mesmo assim contrariou as leis do município e a própria constituição.

 

CADÊ O POVO DE CORRENTE?

Hoje seria um dia para a população fazer valer seus direitos, mas não, o futebol e a novela é melhor. Cadê os estudantes? Cadê os professores? Os idosos, desempregados, os que lutam por uma mudança do país, cadê? Ficar falando em rede social, facebook, whatsapp é fácil, mas ir até a Câmara de vereadores, exigir moralidade dos vereadores, isso é difícil. Se ao menos os universitários fossem hoje protestar, muita coisa mudava. Estou começando a perder a esperança nos jovens de hoje, ao menos no meu tempo a coisa era diferente.

Enquanto isso, cada vereador vai rir da sua cara (e da minha também), continuarão colocando mais de 5 mil reais no bolso e farão, COM CERTEZA, uma visitinha na sua casa, daqui um ano, pedindo pra você amigão, votar nele!

 

ÚLTIMO APELO

Mexam-se meu povo! Mexam-se jovens estudantes e universitários! Vocês é que podem mudar a história, mostrem a força de vocês!

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »