10/03/2016 às 18h05min - Atualizada em 10/03/2016 às 18h05min

Comportamento geral

Brasil, Piauí, Corrente e os pré-candidatos

Cristiano Setragni

Google imagem

COMPORTAMENTO GERAL

Me inspiro no título da música de Gonzaguinha para falar de Brasil, Piauí e Corrente.

Nunca na história deste país vimos tanto escândalos no meio político; destamparam o fosso e tudo que é ruim, que fede e apodrece, transbordou. Sujando um estado soberano, maculando o orgulho e a honra de ser brasileiro. O que me espanta é a inércia do povo, é tanto escândalo que deixou todos torpes, sem reação, é o país indo pelo ralo em direção à um mar de lama.

Não se trata de PT ou PSDB, não se trata de coxinhas ou petralhas, o que está em jogo é o Brasil, é o meu futuro e o seu também! Não quero uma guerra de partidos, quero ver pessoas que roubaram o país, que roubaram o povo, pagando pelo que fizeram. Quero ver o poder judiciário resgatando todo bem surrupiado da nação sendo devolvido aos cofres públicos. Não adianta você condenar um marqueteiro, um empresário, um político ao cárcere sem lhes tirar tudo que desviaram da educação, saúde, infraestrutura ou segurança. É isso que eu espero que aconteça - não uma perseguição a partidos, mas, a pessoas corruptas de cada partido, só assim o Brasil toma rumo.

O Piauí começou 2015 com a faca e o queijo na mão, o mesmo partido que governa o país havia assumido a administração do estado, era para ser os anos dourados do Piauí, mas em meio de tanto escândalos e o início de uma crise financeira nacional, somado a perda de credibilidade perante o mundo, o governo federal deixou o Piauí isolado, distante e órfão. O governador teve que recorrer a bancos mundiais para não deixar o estado parado, obras que deveriam ser de verbas federais irão virar dívidas internacionais e por décadas teremos que pagar pelo fruto da corrupção na esfera federal. Éa corda rompendo para o lado mais fraco.

Corrente, se nada disso houvesse acontecido, era para ter virado um imenso canteiro de obras; se fosse o Brasil de 2004 ou 2008, verbas não seriam problema. Com certeza o atual administrador do município teria dinheiro público para construir tudo que quisesse e falta para Corrente. Levando em conta que hoje temos um prefeito qualificado, honesto e com vontade de fazer pela cidade, demos um azar danado de tê-lo justamente em um momento em que o país não tem dinheiro nem para um cafezinho. Azar entre aspas, pois se o prefeito de Corrente, não conseguir terminar seu mandato fazendo tudo o que propôs na campanha, terá realizado um feito que não prometeu, mas nenhum prefeito do estado do Piauí cumpre. Pagar em dia seus funcionários, fornecedores, manter a previdência do município em dia, as contas da prefeitura em dia e, à base de muita economia, realizar inúmeras obras com recursos próprios. Quisera ter sido prefeito em 2009, quando tudo era mais fácil e favorável para o município. Quisera tê-lo como prefeito em 2017, o que acho, infelizmente, pouco provável.

 

ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2016

Está uma verdadeira corrida de égua as eleições municipais de Corrente para este ano. Temos mais pré-candidatos que eleitores.

Do lado que vai contra a administração atual temos empresário envolvido em receptação de carga roubada (óleo diesel e vegetal), apresentador sem o ensino médio concluído (capacidade técnica zero), filho de ex-secretário municipal (sem nenhuma experiência administrativa) e até aventureiro de outra cidade (com grande experiência em grilagem de terras), ou seja, Corrente no inferno de novo!

A administração municipal tem como pré-candidato um vereador da ala governista, do mesmo partido do governador, o que ajuda e muito. Homem de boa índole, advogado e sem nenhum histórico que manche sua reputação de bom político e bom cidadão. Tem também outro vereador que não apresentou nenhum projeto relevante ao município desde que assumiu o legislativo, acredito que está na disputa mais por capricho que por ideal ou bem-estar do povo. Falta apenas ser colocado os pingos nos is. Acredito que se o vereador caprichoso tiver a humildade de aceitar ser vice do vereador garantido, o eixo do mal não terá a mínima chance de vitória, garantindo assim, a continuidade do trabalho da atual administração e tornando real a chance do vereador caprichoso tornar-se prefeito em 2020, já que não se fala mais em reeleição.

Caso contrário o risco da oposição ganhar pode se tornar real, arruinando de uma vez por todas a chance do caprichoso um dia ser prefeito, colocando Corrente novamente na era do pão e circo, muitas festas, muito foguete e nenhuma preocupação com o desenvolvimento e bem-estar do povo correntino. Oremos!

 

VEREADORES

Dos vereadores que querem novamente se eleger, falarei na próxima coluna, para análise de cada um, é muita coisa para escrever. Daria uma comédia se não fosse um legislativo trágico.

 

VOLTANDO PARA GONZAGUINHA...

Quando falei que me inspirei em Gonzaguinha para escrever esta coluna é por que ele cantou há mais de 30 anos atrás o que estamos vivendo exatamente hoje, como diz o ditado, não há nada de novo sob o sol. Leia e reflita, ou melhor, escute a música, você merece!

“Você deve notar que não tem mais tutu 
E dizer que não está preocupado 
Você deve lutar pela xêpa da feira 
E dizer que está recompensado 
Você deve rezar pelo bem do patrão 
E dizer: "Tudo tem melhorado" 
Você merece, você merece 
Tudo vai bem, tudo legal 
Cerveja, samba, e amanhã, seu Zé 
Se acabarem com teu Carnaval? 
Você deve aprender a baixar a cabeça 
E dizer sempre: "Muito obrigado" 
São palavras que ainda te deixam dizer 
Por ser homem bem disciplinado 
Deve pois só fazer pelo bem da Nação 
Tudo aquilo que for ordenado 
Pra ganhar um Fuscão no juízo final 
E diploma de bem comportado 
Você merece, você merece 
Tudo vai bem, tudo legal 
Cerveja, samba, e amanhã, seu Zé 
Se acabarem com teu Carnaval?”

Link
Relacionadas »
Comentários »