19/01/2014 às 10h47min - Atualizada em 19/01/2014 às 10h47min

Entrevista com o Novo Bispo da Diocese de Bom Jesus do Gurguéia do Piauí

Ordenação será dia 1 de março, em Brasília

Rede Vida

O papa Francisco nomeou no dia 15 de janeiro o padre Marcos Antônio Tavoni como bispo da diocese de Bom Jesus de Gurgueia (PI). Atualmente, padre Marcos é pároco da paróquia Cristo Redentor, em Taguatinga Norte (DF).

Padre Marcos nasceu na cidade de São Carlos (SP), em 21 de abril de 1967. É filho de Antônio e Dirce Tavoni. Quando criança, foi acólito na paróquia Santa Izabel da diocese de São Carlos, na qual também exerceu atividades como catequista. Também atuou como funcionário da área acadêmica da Escola de Engenharia da Universidade de São Paulo, por nove anos.

Ingressou no Seminário Diocesano de São Carlos em 1989 e cursou os dois primeiros anos de Filosofia. Mudou-se para Brasília (DF) para prosseguir com os estudos, concluindo a Filosofia e a Teologia no Seminário Maior Arquidiocesano. Recebeu espiritualidade e formação missionária no Seminário “Redemptoris Mater”, integrando a primeira turma.

Foi ordenado presbítero em 30 de novembro de 1996, pelo então cardeal, dom José Freire Falcão. O trabalho missionário é marca de sua trajetória sacerdotal. Quando seminarista participou de uma missão itinerante na Amazônia, nas capitais Belém, Manaus e Porto Velho.

Missão

Exerceu seu ministério, por muitos anos, como missionário na arquidiocese de Palmas (TO), na qual, desde 1997, desempenhou as funções de pároco, professor, ecônomo e reitor do Centro de Evangelização e do Seminário Interdiocesano. Dedicou-se à direção da Casa de Marta que desenvolve atividades de reintegração à sociedade de jovens adolescentes grávidas. Foi um dos primeiros professores da Escola Diaconal São Lourenço. Coordenou a Comissão que elaborou o primeiro Diretório de Iniciação Cristã.

Também atuou como secretário do Conselho Presbiteral por dois períodos e vigário episcopal da região São Pedro de 2007 a 2008. Na vacância da arquidiocese de Palmas, esteve como secretário do Colégio Consultivo, entre outras atividades no Conselho Ampliado de Pastoral e coordenador da Pastoral da Comunicação. Padre Marcos é um dos precursores do Caminho Neocatecumenal no estado do Tocantins.

Fonte CNBB

Confira a  entrevista da repórter Iasmin Costa, da Rede Vida, que conversou com o mais novo Bispo do Brasil e novo Bispo da Diocese de Bom Jesus do Gurguéia, o reverendíssimo Marcos Antônio Tavoni. O Bispo falou da alegria em receber o chamado do Santo Padre Papa Francisco. 

 

Leia também a primeira mensagem de Mons. Marcos Antonio Tavoni, 6º. Bispo, Eleito, da Diocese de Bom Jesus do Gurguéia – Piauí.

Aos 15 dias do mês de janeiro de 2014.

“Apascenta minhas ovelhas”
(Jo 21,17)

Meu querido povo de Deus, do Bom Jesus do Gurguéia! 

Quero convidá-los, com nossa Mãe Maria Santíssima, Mãe das Mercês, a nos unirmos em oração e elevarmos a Deus um hino de louvor: “O poderoso fez em mim maravilhas, e santo é o seu nome!” 

Quero nesse nosso primeiro contato, ainda que seja indiretamente, expressar toda minha alegria e o desejo de ir ao vosso encontro. Espero fazê-lo em breve, mas desde já, abraço, através desta mensagem, afetuosamente, a cada um. 

De maneira toda particular, quero cumprimentar meu antecessor Dom Ramón López Carrozas e dizer-lhe que só de tomar conhecimento de seu zelo pastoral, dos anos de sua vida dedicados ao serviço do povo de Deus nessa Diocese, que já ganhou o meu coração, que tem todo o meu carinho e amizade. 

Meus queridos padres, diáconos e seminaristas, desejo que nos sintamos acolhidos uns pelos outros; que possamos manifestar uma comunhão que brote como fruto da caridade de quem caminha unido, na esperança e na alegria; e que não olhemos para nós mesmos, mas para aquele que nos chamou e nos faz participantes do seu amor, na construção de um mundo cada vez melhor.

Quero vocês comigo. Debaixo do coração do vosso novo Bispo, vocês tenham a certeza, encontrarão batendo um coração de padre. Encontrarão um coração que enfrentou grandes desafios e que saberá compreender e acolher muito bem o seu coração. Quero aprender a ser bispo com vocês. Cada um trás a sua enriquecedora experiência e sei que aprenderei muito com cada um de vocês; e apesar da minha idade não corresponder prometo me esforçar para ser sempre e cada vez mais “pai”.

Meus queridos Religiosos e Religiosas; Agentes Pastorais, membros de Movimentos, Associações, dos Institutos de Vida Consagrada; leigos e leigas engajados. Contem comigo, conto com vocês. Vocês são a extensão do bispo e do clero, vocês nos precedem e chegam aos mais diversos ambientes e pessoas que por mais esforços que fizéssemos, não conseguiríamos alcançá-los. Somos um exército de Cristo! Ele vai à frente e eu quero marchar junto com vocês. Obrigado pela vida de cada um!

Autoridades civis e militares. Minhas queridas famílias, meus jovens, crianças e anciãos, meu povo querido. Vocês são a maior razão da vocação do bispo, dos nossos padre e agentes pastorais, vocês são as ovelhas do rebanho confiado pelo do Senhor, e se tornam a minha primeira urgência e maior dedicação.

Meu querido povo de Deus. Não é sem propósito o lema que escolhi: “Apascenta minhas ovelhas” (Jo 21,17). Jesus é o verdadeiro Pastor de todos nós. Ele é “O BOM PASTOR”! É ele quem nos conduzirá. Este trechinho da Palavra de Deus é apenas uma parte do versículo 17, do capítulo 21, no Evangelho de São João. Este é um dos maiores versículos das Sagradas Escrituras. Nele está contida a tríplice profissão de fé de Pedro em Cristo e ao mesmo tempo a tríplice confirmação de Cristo sobre Pedro. Uma profissão de fé, não baseada na razão e no esforço, mas num diálogo de humildade e de amor. Manifesta-se nele a fraqueza de Pedro e a fidelidade de Cristo; e, assim, Deus se serve do frágil instrumento humano para dar continuidade à sua Igreja.

Assim é que me sinto ao Chegar até vocês, meus irmãos e irmãs. É o Senhor quem me tem conduzido, e apesar das minhas grandes limitações e fraquezas posso sentir o seu amor e que Ele está contando comigo. É Ele quem nos impulsiona! Formemos uma só família, nos deixemos conduzir, e nos apoiemos todos em sua graça!

Conto com suas orações. Logo estaremos juntos.

Deus vos abençoe!

Mons. Marcos Tavoni
Vosso novo Bispo, e Servo do Senhor.

Diocese de Bom Jesus do Gurgueia

Link
Tags »
Entrevista com o Novo Bispo da Diocese de Bom Jesus do Gurgu ia do Piau
Notícias Relacionadas »
Comentários »