10/11/2015 às 09h32min - Atualizada em 10/11/2015 às 09h32min

Superintendência de Meio Ambiente de Corrente firma parceria com instituições para realização de projeto ambiental

Recuperação da mata ciliar do Rio Corrente será a primeira ação do projeto

Ascom

Reunião realizada no IFPI em 20 de outubro (foto: IFPI)

A Prefeitura de Corrente, através da Superintendência Municipal de Meio Ambiente e Recursos Renováveis (SUMAR), acaba de firmar parceria com a Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Instituto Federal do Piauí (IFPI), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), IBAMA e entidade Católica para por em prática o projeto de Revitalização da Mata Ciliar do Rio Corrente, na zona urbana e sub urbana do município.

Para a discussão e planejamento dos trabalhos que poderão ser realizados, duas reuniões já foram realizadas, uma na Universidade Estadual do Piauí e outra no Instituto Federal do Piauí, esta já com caráter prático e educativo, onde os estudantes que participarão dos trabalhos de campo receberam o devido treinamento pela SUMAR para o início da execução dos trabalhos.


Hermes Tuxaua, Gerente do Viveiro de Mudas, Gildene, Gerente de Educação Ambiental e Kaíse Barbosa, Engenheira Florestal da SUMAR, em treinamento realizado no IFPI (foto: IFPI)

A Engenheira Florestal Kaíse Barbosa, responsável pela elaboração do projeto, explica que a parte inicial dos trabalhos consiste no cadastramento das propriedades próximas do rio. “Esperamos que a comunidade compreenda o nosso objetivo e que se disponibilize a participar, possibilitando o cumprimento da legislação ambiental, que determina a distância mínima de 30 metros de área preservada às margens dos rios”.

Após a primeira fase do projeto, será posto em prática a segunda fase que consiste no plantio das mudas que ocorrerá no período chuvoso, a partir do mês de dezembro. “Posteriormente o projeto será ampliado para todo o perímetro do rio Corrente, até a sua nascente”, lembra Kaíse.


Reunião realizada na UESPI

A bióloga e professora da Universidade Estadual do Piauí, Francieli Vieira, explica que esta é apenas a primeira ação de um grande projeto de conscientização ambiental e recuperação de áreas degradadas. “O projeto que será realizado é bastante amplo e esta é a primeira ação. Os alunos de Licenciatura Plena em Biolologia participarão do cadastramento das propriedades, seguido do trabalho de conscientização. Por fim, com a autorização dos moradores ribeirinhos faremos o plantio das mudas. Nesta fase será fundamental a participação do Viveiro Municipal de Mudas, local onde os estudantes também estarão participando dos trabalhos”, explicou.

De acordo com o Superintendente Jesy Júnior, o trabalho de cooperação entre as entidades possibilitará um suporte adequado e a continuidade na execução dos trabalhos de recuperação da mata ciliar dos rios. “Sabemos que os rios Corrente e Paraim passam por diversas agressões e para evitar que sequem por completo é necessária a realização de ações como esta. Volto a repetir que temos que por em prática um projeto de revitalização das bacias dos dois rios, revitalizando sua mata ciliar, efetuando a limpeza e a desobstrução dos leitos assoreados, pois o coração dos dois rios ainda pulsa e para isso necessitamos de uma equipe multidisciplinar, da participação da sociedade e do envolvimento do poder público”, enfatizou.

No Instituto Federal do Piauí, os estudantes que participarão do projeto serão coordenados pela professora Bruna Iwata. As equipes já deram início aos trabalhos de cadastramento da população ribeirinha, com a participação dos estudantes do IFPI e da UESPI.

Reunião realizada na UESPI

Reunião realizada no IFPI (fotos: IFPI)

Link
Tags »
Superintend ncia de Meio Ambiente de Corrente firma parceria com institui es para realiza o de projeto ambiental
Notícias Relacionadas »
Comentários »