06/07/2013 às 22h44min - Atualizada em 06/07/2013 às 22h44min

Conheça a Fazenda Base Missionária Nova Jerusalém, em São Gonçalo

Projeto existe há 4 anos e auxilia necessitados em situação de miséria

Portal Corrente

Quem passa pelo município de São Gonçalo, distante cerca de 55 km de Corrente, PI, tem a sua curiosidade despertada ao passar em frente ao único posto de gasolina da cidade e visualizar um grande outdoor, com o nome Fazenda Nova Jerusalém – Base Missionária. Trata-se na realidade de um trabalho realizado pela Associação Beneficente Brasília SOS Nordeste, que há 10 anos atua em comunidades carentes da região mais pobre do país. A Base Missionária Fazenda Nova Jerusalém é um destes projetos, e existe há 4 anos. A estrutura é coordenada pela missionária Ângela Maria Ferreira Lima, com o auxilio de diversos outros missionários, entre mantenedores financeiros e profissionais da área da saúde, e atende considerável quantidade de pessoas que foram estão à margem da sociedade, quase que completamente sem nenhum tipo de assistência, situação essa ignorada por muitas pessoas da sociedade. Através da visita realizada e da entrevista concedida pela missionária Ângela e pela missionária Raquel Ribeiro, uma das mantenedoras, ficou claro que a estrutura é administrada de forma transparente e fiscalizada periodicamente pelos seus mantenedores, afastando o receio de que haja o mau uso do dinheiro doado.

Na Fazenda há uma Pousada, que é chamada de Base Missionária. Esta pousada abriga os profissionais que trabalham voluntariamente para a instituição e a renda gerada pelas hospedagens aos viajantes comuns é revertida para a missão. Há um galpão que é utilizado como atelier e uma igreja, a Casa de Oração Nova Jerusalém, ramificação da Igreja Protestante. Dentro desta fazenda também há algumas casas, doadas a famílias em situação de miséria. Uma horta está sendo desenvolvida, tanto para servir de alimento às pessoas atendidas na base como futuramente para venda, já com objetivo de gerar algum tipo de renda.

 

Portal Corrente: Qual é o objetivo dessa Base?

Ângela: O principal objetivo é socorrer as famílias carentes e pregar o Evangelho; é levar alimento sólido e espiritual, promovendo restaurações, mudanças de vidas.

Portal Corrente: Que tipo de ações são realizadas?

Raquel: A Associação montou um consultório odontológico completo no município de são Gonçalo, onde dentistas atendem às famílias carentes, sendo que periodicamente estes profissionais vêem de Brasília para executar este serviço. Igualmente são levadas muitas pessoas para Brasília que necessitam de tratamento médico e de exames. Há também a doação de alimentos, de cestas básicas. Periodicamente são realizadas visitas às famílias carentes, onde são feitas orientações, doações de alimentos. Há casas em que habitam 15, 17 crianças, sendo que nestes casos geralmente é orientado e viabilizado para que os homens realizem a vasectomia, evitando que novas gestações ocorram. Às vezes se chega numa casa com uma única cesta básica para o pai, a mãe e 17 crianças, ou seja, não é suficiente, chega a dar desespero na gente. Já chegamos a casas em que se comia terra, pois não havia absolutamente nada para comer. É desesperador!

Portal Corrente: Aqui na Base Missionário há diversas pessoas trabalhando. Quem são estas pessoas?

Ângela: Estas pessoas são missionárias que vêm realizar este trabalho social aqui no Piauí. Normalmente pertencem ao mesmo Ministério Protestante e recebem remuneração de pessoas que realizam doações para mantê-las aqui realizando este trabalho. É um trabalho extremamente importante em que vidas são resgatadas.

Nós temos um caso, por exemplo, em que uma mulher com duas crianças pequenas nos procurou, porque nos indicaram para ela. Essa mulher estava vindo de Brasília a pé, e queria chegar até Teresina. Para conseguir realizar essa viagem e para dar alimento aos seus filhos, essa mulher fazia programas pela estrada, às vezes até em frente aos seus filhos. O estado dela e das crianças era tão desesperador quando chegou até nós que ela chegou a ficar internada, de tão doente que estava. Eles vinham descalços, com os pés sangrando, os dela e os das crianças, estavam imundos, cheios de piolhos. Hoje os filhos desta mulher estão estudando, têm roupa, calçada, comida, nós demos uma casa aqui no projeto para ela. Quem é que faz isso nos dias de hoje? Então este trabalho não tem como dimensionar o valor que ele tem.

Portal Corrente: Quantos poços vocês já construíram?

Ângela: Nós construímos 10 poços na região de São Raimundo Nonato, numa época de muita seca que houve lá.

Portal Corrente: Além da Base Missionária, o que mais é realizado aqui na Fazenda?

Raquel: Nós temos aqui um ateliê de costura, que foi todo doado por um grupo de pessoas do estado de São Paulo.

Ângela: Nós temos aqui uma pessoa que domina todas as máquinas, que é um rapaz boliviano. Este rapaz veio para cá para ficar três meses e já está conosco há mais de um ano, e é isso que tem ocorrido com todas as pessoas que aqui chegam, elas não querem mais nos deixar. São pessoas que vêm de lugares onde elas são mal-tratadas, humilhadas, mal amadas, exploradas. Aqui, além de levar à igreja, além de ensinar a rezar, nós ensinamos uma profissão.

Outro trabalho muito importante realizado aqui, que inclusive já foi elogiado por diversos professores, é o de musicalização de crianças, até para aquelas que não moram aqui. Elas têm aula de pandeiro, de bateria e de canto.

A nossa cozinha é utilizada tanto para cozinhar alimentos para as pessoas que aqui vivem quanto para gerar renda para estas pessoas, através das geléias e compotas que nós ensinamos a fazer.

A pousada que aqui existe tem dois objetivos: um deles é para hospedar os profissionais da saúde que realizam atendimento aqui e o outro é para os viajantes.

Portal Corrente: Qual é o próximo objetivo dessa Missão aqui?

Ângela: O nosso principal objetivo aqui hoje é o de construir novas Bases, até mesmo em novos estados como Maranhão, Bahia, Ceará, Pernambuco, principalmente nas regiões secas.

Raquel: E o nosso objetivo é de que estas Bases sejam auto-sustentáveis. Esta Base aqui foi toda construída com doações e hoje nós estamos desenvolvendo um projeto de hortaliças para mantê-la e para ajudar a construir novas bases, não grandes como esta, mas filiais.

Portal Corrente: Hoje as doações são suficientes para sustentar esta estrutura?

Raquel: hoje nós temos que recorrer a diversos doadores, mensalmente, porque muitas pessoas dependem de nós, e nós não damos conta. É um projeto muito caro para se manter, a conta de energia é alta, a quantidade de alimento consumida é grande. Entendemos que não adianta ir até a casa destas pessoas miseráveis falar de Deus e não levarmos uma cesta básica. E tudo isso é custo.

Ângela: nós também temos um custo considerável com pessoas que precisam viajar por motivo de saúde. Tem um caso, por exemplo, em que um rapaz de Corrente sofreu por mais de um ano no Hospital Regional, sem descobrir qual era a sua enfermidade. Levamos ele para Brasília e lá descobriu-se que ele tinha câncer de próstata, num estágio já avançado. Ele vai ser operado agora, no Hospital de Base, e esperamos que dê tudo certo. Então são pessoas que não têm a quem recorrer e que nós procuramos viabilizar a solução dos seus problemas. Tem uma mulher que operou as costas, e nós estamos dando toda assistência. Tem uma criança que precisa fazer uma cirurgia, tem outra moça de 23 anos que tem já 7 filhos e nós pagamos todos os exames particulares e o Dr. Hugo vai realizar uma cirurgia para fazer a laqueadura, então aqui é muita gente que tem necessidade.

Raquel: uma característica muito interessante do nosso projeto é que nós recebemos missionários de outras igrejas; por exemplo, a Ângela vai até Brasília e mostra o nosso projeto a diversas igrejas e as pessoas se mobilizam para vir aqui ajudar. Então vem alguns aqui e trazem médicos, dentistas, cabeleireiros, cozinheiros, todo tipo de profissional, onde um evento é marcado e divulgado pela região e as pessoas da comunidade vêm até aqui para receberem atendimentos, treinamentos e orientações; isto tem ocorrido periodicamente aqui e tem dado resultado.

Portal Corrente: Quantas casas já foram construídas pelo projeto?

Ângela: Nove casas ao todo.

Portal Corrente: Quem quiser ajudar, de que forma pode fazer para entrar em contato?

Ângela: Nossos telefones são: (61) 3306-3276, (61) 9903-8191. Quem quiser vir conhecer o projeto, está desde já convidado. Nosso endereço fica na BR 135, no município de São Gonçalo, em frente ao Posto de Gasolina tem um outdoor com o nome Nova Jerusalém, é só entrar na estrada ao lado do outdoor por 200 metros. O nosso telefone daqui é (89) 8106-7129. 

Link
Tags »
Conhe a a Fazenda Base Mission ria Nova Jerusal m em S o Gon alo
Notícias Relacionadas »
Comentários »