24/10/2016 às 13h21min - Atualizada em 24/10/2016 às 13h21min

Operação do GAECO resulta em prisão de ex-Procurador-Geral de Justiça do Piauí

MP PI

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), do Ministério Público do Estado do Piauí, está coordenando a Operação “Il Capo”, que resultou na prisão do Procurador de Justiça aposentado Emir Martins Filho. A operação é um desdobramento de processo de controle administrativo instaurado pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Emir Martins Filho exerceu o cargo de Procurador-Geral de Justiça do Piauí entre novembro de 2004 e novembro de 2008. As investigações revelaram que houve desvio de recursos públicos durante essa gestão, notadamente na administração da folha de pagamento de pessoal.

O ex-Procurador de Justiça está sendo investigado pelos crimes de peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. O GAECO, a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar estão trabalhando em conjunto para cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão nas residências de envolvidos e em outros locais apontados como fontes de provas. Emir Martins Filho foi preso ainda na madrugada desta segunda-feira (24).

O GAECO é constituído por quatro Promotores de Justiça, sob a coordenação de Rômulo Paulo Cordão. “A Operação Il Capo demonstra que as instituições estão atuando de forma integrada no combate à corrupção, e que o Ministério Público está postos para exigir a punição de quaisquer envolvidos nesse tipo de crime”, declarou o Promotor de Justiça.

 
 

Link
Tags »
prisão Gaeco Emir Martins
Notícias Relacionadas »
Comentários »