11/01/2017 às 16h11min - Atualizada em 11/01/2017 às 16h11min

Moradores do Barro Alto, zona rural de Corrente, denunciam crime ambiental

Pescadores estariam matando peixes com substância tóxica para comercialização

Portal Corrente
Viviane Setragni

Moradores da comunidade de Barro Alto, zona rural do município de Corrente, denunciam que um crime ambiental estaria sendo cometido na lagoa do povoado. Segundo as denúncias, pescadores estariam jogando alguma substância tóxica na água para provocar a morte dos peixes e facilitar a sua captura.

A suspeita é de que os peixes intoxicados estariam sendo vendidos na cidade, o que configuraria mais um crime.

Em um vídeo feito por um morador da comunidade, ele afirma que a lagoa esteve totalmente seca no ano de 2015 e após a sua cheia, no ano de 2016, a comunidade foi contemplada com uma grande safra de peixes. “A natureza foi generosa, reconstituiu tudo e deu uma grande safra de peixe e o homem aproveitou tanto que chegou a abusar. Pescadores estão vindo, jogando um produto na água pra pegar os peixes e comercializar. A gente pode ver surubins, traíras, curimatá, todos mortos. Caso de polícia isso aqui”, desabafa.

O Ministério Público, através da promotora de justiça Gilvânia Alves Viana, declarou que tomará as medidas cabíveis assim que reiniciar as suas atividades.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »