20/01/2017 às 23h32min - Atualizada em 20/01/2017 às 23h32min

Curimatá tem o repasse do FPM zerado por causa da inadimplência deixada pelo ex-gestor

Portal Corrente

O município de Curimatá teve o primeiro repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) do ano de 2017 zerado. O valor referente aos dez primeiros dias de janeiro foi creditado na quinta-feira (10), mas a prefeitura municipal não recebeu nada por causa de irregularidades no recolhimento da previdência e encargos sociais dos servidores.

Segundo o prefeito Valdecir Júnior, o ex-gestor não efetuou o recolhimento das contrubuições previdenciárias referentes ao salário do mês de novembro e do décimo terceiro de 2016,  totalizando mais de R$ 400 mil reais. Outra dívida deixada pelo ex-prefeito foram os encargos sociais dos servidores municipais referentes ao mês de dezembro de 2016, o que corresponde ao valor de R$ 202 mil reais.

O prefeito divulgou o demonstrativo em sua página pessoal do Facebook e acrescentou. “Vale ressaltar que essa dívida é de responsabilidade da gestão passada e eu a estou assumindo, caso contrário, o município estará inadimplente junto à Previdência e à Receita Federal, ficando impedido de celebrar convênios e de receber recursos. Estamos sendo transparentes e honestos com a população”, pontua.

Link
Tags »
curimatá repasse FMP
Notícias Relacionadas »
Comentários »