01/03/2017 às 12h00min - Atualizada em 01/03/2017 às 12h00min

MPF instaura inquérito para investigar a prefeitura de Corrente na gestão do ex-prefeito Benigno Ribeiro

Portal Corrente

O Ministério Público Federal no Piauí instaurou um inquérito civil com o objetivo de aprofundar investigações sobre atos administrativos cometidos pela prefeitura de Corrente na gestão do ex-prefeito Benigno Ribeiro. A instauração do inquérito foi publicada no Diário Oficial do órgão e remetem a casos ocorridos na gestão de recursos federais. 

O MPF investiga a responsabilidade por irregularidades apontadas em relatório da Controladoria Geral da União, sobre a malversação de recursos públicos federais no Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar. Os atos são relacionados aos anos 2011 e 2012. Entre as principais irregularidades estão “saques não comprovados na conta movimentação do PNATE no valor de R$ 20.514,86”, “irregularidades na execução de contrato de prestação de serviços de transportes” e “divergência da relação de proprietários de veículos para transporte escolar com o banco de dados do Denatran”. 

Além da Prefeitura de Corrente, a empresa Noelda da Rocha Alves é citada na investigação do MPF. A investigação visa apurar a responsabilidade pelos atos irregulares. A instauração do inquérito é de responsabilidade do procurador federal Humberto de Aguiar Júnior. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »