17/03/2017 às 19h26min - Atualizada em 17/03/2017 às 19h26min

Sete acadêmicos de Agronomia da UESPI de Corrente são aprovados para Mestrado em renomadas universidades

Portal Corrente

Sete alunos recém-formados do Curso de Engenharia Agronômica do Campus Dep. Jesualdo Cavalcanti, município de Corrente, foram aprovados nas seleções de mestrados em renomadas universidades do país. Orientados pelos professores Leomara Vieira de França , Manoel Ribeiro Holanda Neto e Sammy Sidney Rocha Matias, os estudantes, além de estudarem as disciplinas do curso de Agronomia, foram alunos de Iniciação Científica da UESPI nas áreas de pesquisa de Solos e Produção Vegetal/Fitotecnia e estagiaram nos laboratórios de Solos e Sementes no próprio campus.

A área de solos obteve 6 alunos aprovados, sendo 4 alunos orientados de graduação do professor Me. Manoel Holanda e 2 alunos orientados de graduação do professor Dr. Sammy Sidney, e uma aluna na área de fitotecnia orientada pela professora Dra Leomara Vieira.

Jacqueline Sousa Paes Landim, Jasmine Pereira de Sena e Taiwan Carlos Alves Menezes foram aprovados na Universidade Federal do Piauí  (UFPI), Jenilton Gomes da Cunha na Universidade Federal do Vale Do São Francisco (Univasf), Marco Aurélio Barbosa Alves na Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e Wesley dos Santos Souza na Universidade Federal do Ceará (UFC). O caso da acadêmica Patrícia Carvalho da Silva chama ainda mais atenção: ela foi aprovada em 3 seleções, na UNB, UFC e UFPI, tendo optado pela Universidade de Brasília (UnB).

Para o professor Manoel Holanda, coordenador do Laboratório de Análises de Solos do campus,  a aprovação dos discentes representa a consolidação de um trabalho conjunto, resultante do esforço de professores e alunos e técnicos. “Os alunos passaram a se interessar pela  progressão na vida acadêmica a partir da realização de pesquisas vinculadas ao PIBIC e parcerias com produtores e instituições de pesquisas, onde eram levados a investigar e conhecer as características dos solos típicos dos cerrados do Piauí e oeste baiano, nos municípios de Formosa do Rio Preto, no estado da Bahia, Corrente, Bom Jesus e Uruçuí, no estado do Piauí, predominantes na produção de grãos de soja e milho, respectivamente.

Já o professor Dr. Sammy Sidney lembra elenca vários motivos para o excelente índice de aprovação dos alunos de Agronomia em seleções de mestrado e doutorado, neste e em outros semestres, inclusive alunos egressos, e igualmente destaca a importância da pesquisa científica. “A entrada de professores titulados Mestres e Doutores oriundo do último concurso da UESPI possibilitou a concorrência de bolsa de iniciação cientifica e a introdução dos discentes no mundo científico por meio de projetos de pesquisa, assim como a parceria com outras instituições de ensino superior, que viabilizou o intercâmbio para troca de experiências. Sem esquecer o empenho da administração superior para melhoria da estrutura como um todo e por último, o mais importante, a força de vontade de cada acadêmico”.

Marco Aurélio Barbosa Alves, aprovado pelo programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), avalia que as aprovações representam o resultado da união de um grupo de alunos com garra e vontade vencer na vida, aliado à competência dos professores. O estudante também considera de suma importância a fase de estágio no Laboratório de Solos. “O estágio no LASO me proporcionou o conhecimento da amplitude prática das ciências dos solos, além de chamar atenção para conhecer a fundo os diversos ramos desta ciência”.

Para Jasmine Pereira de Sena, aprovada pelo programa de Pós-Graduação em Agronomia-Fitotecnia da Universidade Federal do Piauí-UFPI, sua aprovação representa uma chance de aperfeiçoamento para atuar na carreira escolhida. “Dessa forma será possível contribuir com o crescimento do produtor através da pesquisa”, destaca.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »