18/04/2017 às 16h15min - Atualizada em 18/04/2017 às 16h15min

Alemães deverão investir mais de R$ 4 bilhões no Parque Eólico de Santa Filomena

Blog do José Bonifácio

Alemães deverão investir mais de R$ 4 bilhões no Parque Eólico Serra do Livramento, em Santa Filomena
Uma empresa gaúcha iniciou dia 02 de abril de 2017 os estudos para medição dos ventos, visando a instalação de um parque eólico na Serra do Livramento, a 25 quilômetros da cidade de Santa Filomena, no extremo oeste do Piauí.

A torre, com 105 metros de altura, numa altitude acima de 500 metros, instalada na Fazenda N. S. Aparecida, do mato-grossense Jonas Maggi, irá produzir durante um ano (até o final de março de 2018) estudo detalhado das condições climáticas e da capacidade de produção de energia eólica.

Sede da Fazenda Nossa Senhora Aparecida, na Serra do Livramento, do mato-grossense Jonas Maggi

Os dados são enviados para Santa Cruz do Sul (RS), sede da empresa que trabalha com a instalação de torres para levantamento de potencial eólico e solar em todo Brasil. Atua no Rio Grande do Norte, Pernambuco, Paraíba, Ceará, Piauí, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Roraima.
 
Torre de estudos para medição do vento, temperatura e umidade, além de informações meteorológicas
 
Os estudos avaliam a velocidade/direção do vento, a temperatura, a umidade e uma série de determinações meteorológicas necessárias para nortear os investidores, que terão noção da quantidade de energia a ser produzida.
 
O Parque Eólico da Serra do Livramento, com 500 aerogeradores (torres), distribuídos em 3.000 hectares, será tocado por uma empresa alemã, que arrendou a propriedade de Jonas Maggi por um período de 20 anos.
 
Imagem de satélite mostra a área de 3 mil hectares onde será instalado o Parque Eólico de Santa Filomena
 
Cada uma das 500 torres terá 80 metros de comprimento, podendo alcançar 110 metros com uma das pás (ou hélices ou “blades”) na vertical. Cada pá tem 30 metros de extensão. São três pás para cada torre. Mesmo sem acesso ao termo contratual, estima-se que o investimento alemão passará de R$ 4 bilhões, levando-se em consideração o custo de instalação de um Complexo Eólico, ao redor de US$ 1.500.000 por cada MW de capacidade instalada.
 
Por se tratar de um contrato mantido sob sigilo, quase não se consegue informações sobre o projeto. Mas estima-se que a capacidade do Parque Eólico Serra do Livramento seja de 750 megawatts, energia que daria para abastecer Curitiba, a capital do Paraná, com quase 2 milhões de habitantes.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »