12/08/2015 às 01h50min - Atualizada em 12/08/2015 às 01h50min

Vereador em Corrente merece 2.500 reais por mês!

O povo de Corrente merece maternidade ou mais de 1 milhão e meio de reais em benefícios

Cristiano Setragni

Vivemos um período singular, único! Nunca na história desse país, vivenciamos tamanho disparate na política brasileira, na consciência do eleitor, na música, nos costumes, nas culturas regionais que estão morrendo em prol do assistencialismo, da apatia, inércia, inconsciência...

Não! Isso não é um discurso de Lula, não que eu não sonhasse que poderia ter sido assim, mas não foi, ao contrário, hoje vivemos pior do que poderíamos supor há 14 anos atrás. Crise nacional, crise estadual, crise municipal e temos que ouvir, ainda, a excelentíssima presidente da república falando pra gente, “precisamos apertar o cinto”.

Colhemos hoje o fruto que esse governo plantou e adubou, presenciamos histórias  escandalosas de corrupção e desvios de bilhões e bilhões de reais, de dinheiro mau gasto, por políticos desonestos.  Essa crise também chegou em Corrente, não é possível termos prefeito e vereadores indispostos a “apertar o cinto”, o exemplo vem de todos para todos!

O exemplo está sendo dado por vários municípios e Câmaras de vereadores por todo país, prefeitos reduzindo salário, vereadores recebendo simbólicamente...

 Sempre fui a favor que contemplassem com um salário mínimo vereadores em cidades com menos de 100 mil habitantes.

Hoje milhares de cidadãos, de eleitores, estão cobrando isso de seus vereadores, prefeitos.

Por incrível que pareça um pequeno aumento de salário que cada um na Câmara recebeu em Corrente equivale a quase dois poços artesiano por mês, ou seja, 18 poços no mínimo que a prefeitura deixa de fazer com recursos próprios, com o que poderia ser economizado, em um ano! Mais de 70 poços artesianos deixam de ser feito em 4 anos! E se o salário por 4 dias no mês de sessão (o que soma menos de 15 horas/mês) passasse de 5.500 reais para 2.500 reais para cada vereador de Corrente?

Estamos falando de uma economia para a cidade de 400 mil por ano, 1 milhão e 600 mil em 4 anos! Estamos falando de uma maternidade de ponta, de um matadouro exemplar, uma escola modelo.

O povo tem que exigir, protestar, esse é o momento, essa é a hora, vão a Câmara e façam valer seu poder de cidadão. É possível, é constitucional. Chega ser imoral um vereador que não apoia a redução de salário.

Abaixo estão alguns links aonde vem sido exercido o poder de cidadania, onde salários de políticos estão sendo cortados, por todo o Brasil, todo dia uma cidade reduz gastos com salários de secretários, prefeito e vereadores. Leiam reformulem suas ideias, despertem suas consciências!

.  g1.globo.com/fantastico/noticia/2015/07/moradora-faz-pressao-e-vereadores-em-vez-de-aumentar-cortam-salarios.html

.  g1.globo.com/pr/norte-noroeste/paranatv-1edicao/videos/t/londrina/v/moradora-de-santo-antonio-da-platina-vira-exemplo-de-cidada-para-o-brasil/4334069/

.  g1.globo.com/pr/norte-noroeste/noticia/2015/07/camara-aprova-reducao-no-salario-de-prefeito-e-vereadores-no-norte-do-pr.html

.  www.diariodafranca.com.br/conteudo/noticia.php?noticia=58228&categoria=3

.  gcn.net.br/noticia/292837/regiao/2015/07/populacao-de-sao-joaquim-da-barra-faz-abaixo-assinado-pela-reducao-do-salario-de-politicos

.  g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/noticia/2015/07/moradores-pedem-corte-nos-salarios-de-politicos-em-sao-joaquim-da-barra.html

.  http://laislainy.com/cascavel/grupo-quer-reducao-de-salario-de-vereadores-para-r-51-mil/

 

Humor

 

COMO ESCREVER ALGUMAS FRASES DE FORMA INTELECTUAL

                                                                                 

-Colocar o prolongamento caudal em meio aos membros inferiores (meter o rabo entre as pernas).

 

-Colóquio sonolento para gado bovino repousar (história para boi dormir).

 

-Creditar o primata (pagar o mico).

 

-Deglutir o batráquio (engolir sapo).

 

-Derramar água pelo chão através do tombamento violento e premeditado de seu recipiente (chutar o balde).

 

-Derrubar, com a extremidade do membro inferior, o suporte sustentáculo de uma das unidades do acampamento (chutar o pau da barraca).

 

-Derrubar com intenções mortais (cair matando).

 

-Desconsiderar a utilização de um longo pedaço de madeira (nem a pau).

 

-Impulsionar a extremidade do membro inferior contra a região glútea de alguém (dar com o pé na bunda do infeliz).

 

-Jamais considerar a utilização de instrumentos metálicos derivados do ferro (nem ferrando).

 

-Prosopopéia flácida para acalentar bovinos (conversa para boi dormir).

 

-Retirar o filhote de eqüino da perturbação pluviométrica (tirar o cavalo da chuva).

 

-Romper a face (quebrar a cara).

 

-Sequer considerar a possibilidade de a fêmea bovina expirar fortes contrações laringo-bucais (nem que a vaca tussa).

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp