28/06/2021 às 17h45min - Atualizada em 28/06/2021 às 17h45min

Inquérito investiga contratação de 'funcionárias fantasmas' na gestão passada da Câmara de Sebastião Barros

180 Graus

O Ministério Público do Piauí, através da promotoria de justiça de Corrente, instaurou inquérito civil público para apurar a contratação de 'funcionárias  fantasmas' na Câmara Municipal de Sebastião Barros.

A representação formulada pelo atual presidente da Câmara de Vereadores, Geraldo Corado da Silva, em face do ex-presidente da casa, Leonardo de Carvalho Cavalcante Lemos, denuncia a contratação irregular de funcionárias fantasmas no período de sua administração que, em tese, pode configurar ato de improbidade administrativa.

A promotora Gilvânia Alves Viana levou em consideração o ato de improbidade administrativa "como ilegal, deve ser fundado na má-fé do agente público que, isoladamente ou com a participação de terceiro, viola o dever de probidade administrativa, com ou sem proveito econômico, produzindo ou não lesão ao patrimônio público".

Diligências foram determinadas para apuração do caso.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp