21/10/2021 às 15h05min - Atualizada em 21/10/2021 às 15h05min

Projeto de reflorestamento quer ajudar a recuperar Lagoa de Parnaguá

Instituto Éden está com 10 vagas abertas para trabalho remunerado em viveiro operacional. Confira aqui o edital.

Portal Corrente
A Lagoa de Parnaguá já perdeu mais de 94% de sua extensão de água
Em uma das lendas brasileiras mais antigas e tradicionais, existe uma Lagoa que agoniza por efeito de um abandono. Muitos já ouviram a história que começa mais ou menos assim: “aqui está a lagoa de Parnaguá, limpa como um espelho e bonita como noiva enfeitada", que cresceu e ganhou tamanha imponência por encanto. A Lagoa encantada, que durante a noite ganhava aspecto mágico, repleta de luzes e vozes, ecoava o choro de uma criança que havia sido abandonada pela mãe. Por muitos anos, os locais contavam ver um rapaz de barba ruiva, que só deixaria de cumprir sua sina quando uma mulher valente surgisse para o desencantar.

O choro deve ter cessado e o rapaz parado de aparecer,  não por motivos mágicos, mas por razões que vão além da lenda: a Lagoa de Parnaguá, palco de histórias reais e literárias, que já perdeu mais de 94% de sua extensão de água e sofre novamente por causa do abandono, agora sobrevive como foi apenas na memória da população do Sul do Piauí. Rios que desaguam na Lagoa, como o Paraim, por exemplo, estão deixando de existir, mesmo com os esforços de algumas pessoas que há anos tentam parar a destruição ambiental. Mas a luta é constante e contra um desmatamento desenfreado que desconsidera o futuro e a fonte de sustento de muitos.

Na luta contra o desmatamento, surge na região de Parnaguá um aliado. O Instituto de Reflorestamento Éden acaba de chegar com a intenção de reflorestar áreas às margens da Lagoa de Parnaguá e nascentes de rios que lá desaguam. Pesquisas realizadas sobre a organização revelam que já existe um trabalho muito grande sendo feito em países como Madagascar, Haiti, Nepal, Indonésia, Moçambique, Honduras, Quênia e agora Brasil. O site oficial mostra a contagem de árvores plantadas ao redor do mundo: são mais de 600 milhões. O instituto Éden é especializado em grandes áreas e em aliar restauração ambiental com impacto social, tendo como missão oferecer empregos para pessoas em regiões mais carentes, que sofreram com as repercussões socioambientais, e podem se transformar em agentes transformadores, assim como muitos moradores do sul do Piauí.

“Faz parte de mim”, é assim que Carlos Sobral, um dos moradores de Parnaguá, descreve a Lagoa que, segundo ele, foi fonte de trabalho e subsistência para muitos. Pessoas que trabalhavam com irrigação precisaram parar, o pescado deixou de ter oito tipos de peixes e reduziu para apenas um, o que desestabilizou completamente a economia de toda a região.

 
“A margem da Lagoa, como vocês podem ver, foi desmatada 100%, rio foi perdendo o leito... Só quem se deu bem foi esse pessoal que tinha dinheiro. (...) Os outros mais fracos sentiram a consequência. Inclusive, antes disso a gente passou um tempo vivendo de plantio, de irrigação. (...) A lagoa já secou duas vezes e o pessoal que vive exclusivamente do pescado sofreu. Eu acredito que a chegada do Instituto Éden vai ajudar e mudar muito isso aí,", denunciou Carlos, que conta ter precisado acionar a Polícia Ambiental duas vezes, ao encontrar cercas com dois quilômetros de extensão já dentro da Lagoa.

Estudos de especialistas apontam que o manejo da Bacia Hidrográfica com reflorestamento adequado, preservando a paisagem natural da área, é uma alternativa para a recuperação da Lagoa. Para aqueles com interesse em fazer parte da mudança e que se encaixam no perfil socioeconômico, o edital para saber mais sobre o trabalho remunerado com o Instituto de Reflorestamento Éden pode ser encontrado aqui.

Inicialmente há 10 vagas disponíveis, lembrando que a entrega da documentação pode ser feita até o dia 30/10.  Também haverá oportunidade para inscrição presencial, do dia 29/10 ao dia 30/10, mas quem tiver a documentação solicitada, ela já pode ser enviada através do formulário presente no edital

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp