29/03/2022 às 16h57min - Atualizada em 29/03/2022 às 16h57min

Transcerrados: metade do trecho em leito natural foi recuperada em três meses

Redação
A concessionária Grãos do Piauí, que assumiu a gestão da rodovia Transcerrado por meio de uma parceria público-privada (PPP) com o Governo do Estado, já realizou os trabalhos iniciais para a minimizar os problemas nos segmentos não pavimentados da via, facilitando o tráfego inclusive no período de chuva. O trecho administrado por meio da PPP corresponde às rodovias PI-397 e PI-262 e passa por cidades que se destacam como rota de escoamento dos grãos produzidos no Matopiba, território que reúne os cerrados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia.
 
Os caminhoneiros que passam pela Transcerrados atualmente apontam as melhorias, destacando a redução no tempo de deslocamento e a economia com combustível. “Do ano passado até agora, já melhorou 90% a estrada. Antes, o percurso que eu fazia em 4 ou 5 horas, agora já consigo fazer em 2 horas. Melhorou muito a locomoção”, conta seu João Cruz, motorista carreteiro profissional que trafega regularmente pela PI-397.
 
Os principais objetivos desses trabalhos iniciais são a eliminação dos problemas emergenciais e a minimização de problemas crônicos. “Só com a manutenção que já fizeram, melhorou muito. Reduziu o percurso de 27 a 30 km que antes a gente levava o dobro de tempo para fazer, além da economia no combustível. Agora tem mais segurança; os caminhões já não quebram ou atolam com tanta frequência e podemos trabalhar mais sossegados. Ficamos muito felizes, porque essa melhoria abrange todo mundo”, complementa João Manoel, outro motorista que passa muito pela região.
 
Segundo Márcio Protta, diretor-presidente da Grãos do Piauí, os serviços já atingiram o km 165 da Transcerrados, o que representa 50% do trecho em leito natural. “Já contratamos a empresa responsável pela conservação do trecho para eliminação dos atoleiros e reconformação da plataforma. Também estamos iniciando os trabalhos de conservação vegetal, drenagem e limpeza da faixa de domínio, visando mais segurança. Contratamos ainda empresas para realização dos projetos da rodovia como as praças de pedágio, bases operacionais e balanças”, explica.
 
A PPP beneficiará, diretamente, a população de 25 municípios nos arredores da rodovia, onde vivem 250 mil pessoas. Os efeitos multiplicadores das melhorias na estrada abrangem ganhos econômicos, com geração de emprego e receitas orçamentárias (tributos); desenvolvimento de outras infraestruturas sociais; possibilidade de instalação de indústrias na região; além de ganhos ambientais com a recuperação de áreas degradadas.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp