31/07/2022 às 12h38min - Atualizada em 31/07/2022 às 12h38min

Homem tem surto psicótico, destrói igreja e agride violentamente três pessoas em Barreiras do Piauí

O autor dos crimes quase foi linchado por populares antes de ser preso pela Polícia Militar

Viviane Setragni
Portal Corrente
Um homem identificado como Carleal Tavares Vogado foi preso neste sábado (30) na cidade de Barreiras do Piauí, depois de destruir imagens religiosas e diversos ítens da Paróquia São Francisco de Assis, além de agredir violentamente três pessoas. Chamada para atender a ocorrência, a Polícia Militar encontrou o autor dos crimes contido por populares, que quase lincharam o sujeito.

Uma das vítimas foi agredida com uma marretada na cabeça, outra com uma pedrada e uma terceira levou golpes de faca de Carleal. Os três feridos, assim como o autor dos crimes, que foi ferido na tentativa de linchamento, foram atendidos inicialmente na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, e encaminhados para o Hospital Dr. João Pacheco Cavalcante, em Corrente. Uma das vítimas, Auceu Vogado, que sofreu as perfurações de faca, foi encaminhado para o Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano.

 
  

Na igreja, todas as imagens do altar foram destruídas, assim como o equipamento de som, a pia batismal, o púlpito e até o bebedouro. 

De acordo com moradores da cidade, Carleal, que tem aproximadamente 40 anos de idade, teria sofrido o surto psicótico em razão da abstinência de bebidas alcoólicas. "Ele sempre foi um rapaz tranquilo, não tem histórico de violência", disse um dos vizinhos dele. Divorciado, ele estaria morando com os pais e familiares relatam que a crise teria iniciado na noite de sexta-feira, deixando todos muito apreensivos.

O autor dos crimes foi preso após receber atendimento médico e encaminhado para a 10ª Delegacia Regional de Corrente. Ele responderá pelos crimes de lesão corporal de natureza grave e tentativa de homicídio. As vítimas que receberam alta hospitalar também foram direcionadas para a Delegacia de Policia Civil para prestar depoimento.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp