27/02/2014 às 00h31min - Atualizada em 27/02/2014 às 00h31min

Inusitado: Foragido se apresenta espontaneamente e pede para ficar preso

Quarto detento foragido da 10a. Delegacia Regional de Corrente se entregou esta noite

Portal Corrente

Por Viviane Setragni; foto: Cristiano Setragni

O quarto foragido da 10a. Delegacia Regional de Corrente, entregou-se esta noite, 26 de janeiro, por volta das 21h30min. Acompanhado por dois advogados, Johan Gonzaga da Silva Nunes foi à delegacia juntamente com sua mãe e afirmou que queria ficar preso, pois teria sido induzido a fugir pelos outros detentos.

Segundo o  Delegado Rodrigo Morais Matos, Johan declarou que não participou do plano de fuga, já que estava na outra cela, e que fugiu porque, ao abrir a cela para prender o agente rendido, ela teria ficado superlotada, decidindo por evadir-se.

O acusado relatou ainda que ao sair da delegacia, dirigiu-se imediatamente para o município de Gilbués e que desconhece o paradeiro do 5o. fugitivo.

O delegado Rodrigo acredita que o criminoso entregou-se devido à ação enérgica das polícias civil e militar, que resultaram na prisão de dois foragidos e na morte do traficante Play boy de forma muito rápida. "Creio que o acusado teve conhecimento da ação da polícia e achou que seria mais seguro entregar-se", declarou.

Johan,  irmão de Joabe da Silva Aguiar, conhecido também como "Barrela", acusado por duplo homicídio de Gilbués,  foi preso inicialmente por crime de tráfico de drogas e porte ilegal de arma. Após a fuga, o criminoso também será indiciado por crime de dano e roubo qualificado. Ele faz parte do bando que fugiu da 10a. Delegacia Regional de Corrente, na noite de domingo (23). O único criminoso que se encontra ainda foragido é Railson Pereira de Souza, de Gilbués.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp