28/06/2014 às 10h56min - Atualizada em 28/06/2014 às 10h56min

Convenção lotada do PMDB confirma candidatura de Zé Filho ao governo do estado

Aécio Neves, presente no encontro, critica falta de investimentos do governo federal no Piauí

Cidade Verde
O governador do Piauí, Zé Filho (PMDB), declarou, em discurso na convenção do partido, que está concretizando "a maior coligação do Piauí". Na ocasião, ele criticou com veemência a crise energética do Estado. 
"Tivemos que passar por cima de pedra e de barranco, em favor de um Piauí diferente. As pessoas não aceitavam isso e queriam o Estado para trás, mas o Piauí não aguenta mais ser destratado, maltratado, como foi ao longo dos anos", destacou o candidato à reeleição.
 
 
Zé Filho disse ainda que sua campanha vai a campo a partir de hoje, e que irá "olhar no olho" das pessoas. O chefe do Estado acrescentou que irá ampliar as ações de governo, especialmente voltadas para as áreas da Saúde e da Segurança. 
 
Sobre o governo federal, o pmdebista ressaltou que o partido não tem nada contra os petistas Dilma e Lula. "Entendemos que eles avançaram, mas Aécio vai manter os programas de assistência, como o Bolsa Família e vai manter o desenvolvimento", argumentou.
 
 
O atual governador do Piauí criticou o governo petista por não ter construído o Porto de Luís Correia e por não solucionar o problema da energia no Estado. "A Eletrobras Piauí está matando gente. Não podemos permitir. Vou governar com o coração, com orgulho de ser piauiense", finalizou.
 
 
A convenção do PMDB lotou o Theresina Hall na tarde desta sexta-feira (27). O partido teve que colocar um telão do lado de fora do estabelecimento para que todos pudessem assistir aos discursos.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp