08/07/2014 às 19h32min - Atualizada em 08/07/2014 às 19h32min

SUMAR fiscaliza limpeza do Rio Paraim

Assoreamento dificulta o fluxo do seu leito

Ascom; Fotos: Viviane Setragni

A Superintendência de Meio Ambiente e Recursos Renováveis do município de Corrente esteve na localidade de Simplício, na manhã desta terça-feira, acompanhando a limpeza e desobstrução do leito do Rio Paraim. A manutenção se faz necessária, já que o assoreamento ocasionado principalmente pelo desmatamento e pelas queimadas impede que o fluxo da água continue percorrendo curso original, desviando-se entre as vazantes e lagoas criadas naturalmente no seu percurso, diminuindo ainda mais o seu fluxo. 

O fiscal ambiental Raimundo Brito, acompanhado pelo Gerente de Recursos Hídricos, da Secretaria de Desenvolvimento Rural do município, Osvaldo Lemos, foram até os locais que estão sendo limpos pela força tarefa, para posterior entrada de máquinas, em locais estratégicos. "Este trabalho é apenas uma paliativo, para recuperar o leito do rio será necessária a entrada de máquina, já que aqui, especialmente, há um grande desvio que forma uma lagoa de tamanho considerável, que absorve mais da metade da água do rio. Todo este trecho precisa ser revitalizado", colocou.

O trabalho braçal está sendo executado por homens da própria localidade, diminuindo os custos da operação. A comunidade local acompanha ansiosa os trabalhos, pois a forte estiagem que assola o município já afeta os trabalhos de produção das hortaliças, maior fonte de renda da região."Se o rio não for revitalizado e o seu curso não for limpo, no máximo em trinta dias ele vai secar", destaca Brito.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp