25/08/2014 às 07h45min - Atualizada em 25/08/2014 às 07h45min

Prefeito Jesualdo Cavalcanti designa Comissão Especial para levantar os reais valores dos salários não pagos de 2012

Há indícios de que servidores que já receberam os salários entraram com ações na justiça para receber novamente

Portal Corrente

O prefeito Jesualdo Cavalcanti designou, na última sexta-feira (22), uma Comissão Especial, proposta pela Secretária Municipal de Educação, Esportes e Cultura, Maria do Socorro Cavalcanti, com o objetivo de realizar um levantamento sobre o verdadeiro valor dos salários não pagos na gestão do ex-prefeito Benigno Ribeiro, referentes aos meses de outubro, novembro, dezembro e décimo terceiro do ano de 2012.

Ao assumir a Secretaria de Educação, a atual gestão não encontrou documentos que comprovassem os pagamentos aos professores, nem mesmo quais não receberam, embora o Fundeb tenha feito o repasse integral ao município. Além disso o valor total dos salários foi lançado nos balancetes como se houvesse sido pago, mas na prática apenas alguns servidores os receberam de fato.

Acrescente-se ainda que o Conselho Municipal do Fundeb, em sua última reunião do ano de 2012, aprovou a prestação de contas da secretaria, sem ressalvas, mesmo sendo todos números fictícios e inventados, já que a grande maioria dos professores não recebeu os salários. Este Conselho era formado também por membros do Sinprosul, que avalizaram a fictícia prestação de contas.

Durante protestos e paralizações durante o mês de agosto deste ano, os professores reivindicaram os valores não pagos, embora já tramitem na justiça mais de 800 ações, inclusive de servidores que receberam os salários referentes ao período.

Com o real valor devido pela gestão municipal aos servidores em mãos, a gestão municipal afirma que espera esclarecer definitivamente o assunto. A Comissão Especial tem como presidente o advogado Dr. Sérgio Viana de Carvalho e como relator o Dr. André Rocha de Souza, advogado do sindicato.

Matéria relacionada:

DENÚNCIA: Balancetes inventados e pagamentos indevidos feitos com recursos do FUNDEB em 2012


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp