21/04/2013 às 22h32min - Atualizada em 21/04/2013 às 22h32min

Revista internacional publica descoberta de piauiense

É o primeiro artigo de brasileiros publicado numa revisa deste porte.

CCom

 

Com apenas 34 anos de idade e somente nove anos pesquisando os cristais de tungstato de prata (α-Ag2WO4), Laécio Santos Cavalcante, natural de Teresina e egresso do Curso de Química da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), fez uma descoberta científica inédita sobre o crescimento de prata metálica na superfície cristais de tungstato, composto químico da cerâmica. O estudo, que envolveu um grupo de pesquisadores brasileiros, é tão relevante que foi publicado, esta semana, na revista britânica Scientific Reports - Nature Publishing, periódico que faz parte da rede de publicações da respeitada Nature, conhecida por fazer o anúncio das maiores descobertas científicas da atualidade.

“Quando, através do microscópio eletrônico de alta resolução, observamos o crescimento da prata metálica nos cristais de tugstato tomamos um susto. Isso nunca tinha sido observado. Depois disso foram feitos seis semanas de testes para ver se o mesmo fenômeno se repetia. Passado o susto e os testes resolvemos enviar para a revista britânica Scientific Reports da Nature e quando soubemos da publicação, aí a felicidade foi muito grande. É o primeiro artigo de brasileiros publicado numa revisa deste porte na nossa área”, revela. 

Segundo Laécio, a pesquisa traz impactos diretos na medicina por causa da potente ação bactericidade e fungicida dos cristais de tungstato, o que pode ser aplicado na produção de materiais utilizados, por exemplo, na odontologia. “É como se os cristais funcionassem como uma armadilha para matar bactérias”, explica. Outra aplicação da descoberta é na nanotecnologia e no desenvolvimento de censores eletrônicos.

 

Para a presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí (Fapepi), Bárbara Melo, a publicação do artigo de um piauiense egresso da Uespi e bolsista da Fapepi numa revista científica de peso internacional é motivo de comemoração. “Nós recebemos essa notícia com muita alegria. Ficamos triplamente felizes. Primeiro porque o Laécio é piauiense, segundo porque foi aluno da Uespi e terceiro porque é bolsista da Fapepi. Então, é genuinamente piauiense. Fora ele ter sido aprovado no último concurso para professor de Química da Uespi, estando apenas aguardando ser convocado. Ou seja, é uma série de conquistas que só pode nos levar à comemoração ”, destaca.

Outro aspecto ressaltado por Bárbara é a motivação que um pesquisador de êxito como Laécio Cavalcante pode trazer para os alunos de química do Estado. “O reconhecimento do trabalho do Laécio através da publicação do artigo mostra que nós temos potencial. Temos recursos humanos altamente qualificados, o que dá confiança aos nossos jovens estudantes”, afirma.O reitor em exercício da Uespi e professor do Curso de Química, Nouga Cardoso Batista, também festejou a publicação do artigo. “São muitos os aspectos positivos dessa conquista, mas a principal é sem dúvida o incentivo para tantos alunos matriculados no Curso de Química da Universidade Estadual. Isso traz um entusiasmo muito grande. Fica claro que somos capazes de produzir algo de relevante. Sem falar no reconhecimento da comunidade científica internacional. Porque uma revista como a Scientific Reports não publica qualquer pesquisa. Só publica resultados de pesquisa que tem impacto significativo, inovadores, como é o caso do artigo do Laécio que traz benefícios futuros inclusive para a área da saúde”, argumenta.

Descoberta

A descoberta se deu nos laboratórios de Eletroquímica e Cerâmica do Instituto de Química da Universidade Estadual Paulista (UNESP) e da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). O artigo científico foi publicado dia 17/04/2013 na Scientific Reports - Nature Publishing Group, sendo de autoria dos pesquisadores Laécio Santos Cavalcante, E. Longo, D.P. Volanti, A.F Gouveia, V.M. Longo, J.A. Varela, M.O. Orlandi e J. Andrés. Confira o artigo completo no site da Nature.com.

Currículo

Laécio Santos Cavalcante é graduado em licenciatura plena em Química pela Universidade Estadual do Piauí (Uespi), Mestre em Físico–Química pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), Doutor em Química Inorgânica pela Universidade Federal de São Carlos/SP–UFSCar e fez três anos de Pós-Doutorado completo pela Universidade Estadual Paulista de Araraquara/SP.
Atualmente é bolsista de Desenvolvimento Científico Regional do CNPq Nível C em Química de Materiais Cerâmicos pela Universidade Federal do Piauí –UFPI/LIMAV. Além de ser pesquisador convidado do grupo de Pesquisa em Oleoquímica da Uespi. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp