15/04/2015 às 13h06min - Atualizada em 15/04/2015 às 13h06min

Corrente corre o risco de ficar sem a 40ª Expocorrente por causa do Governo do Estado

Estrangulamento da principal atividade econômica cultural pode causar a indignação da população

Ascom Prefeitura

Por Viviane Setragni

A 40ª Expocorrente, maior expressão da forte tradição pecuarista do extremo sul do estado, corre o risco de não ser realizada. Até o momento, não há nenhum posicionamento do Governo do Estado em relação a liberação de recursos para a realização do evento, inviabilizando os primeiros preparativos, que já deveriam estar a todo vapor, pois faltam  menos de 3 meses para a data da festa,que inclui exposição agropecuária, eventos culturais e leilões concorridos, com altos valores negociados.

Sendo um evento do Governo do Estado, que além de fornecer o recurso escolhe a data e a  inclui no calendário estadual de festividades, a cidade fica à mercê da decisão a ser tomada na esfera estadual.

Na última semana, a Comissão Organizadora chegou a reunir-se no gabinete do Prefeito Jesualdo Cavalcanti, com a presença do Secretário Municipal de Desenvolvimento Rural, Dr. Hélio Paranaguá, presidente da comissão, mas sem a perspectiva da liberação dos recursos não há muitas decisões a serem tomadas.

No mês de julho, hotéis, pousadas e até residências hospedam expressivo número de turistas, fomentando a economia local e informal.Com um rebanho estimado em 50 mil cabeças de gado, mais de dois animais por habitante da cidade, Corrente pode amargar o estrangulamento da sua principal atividade econômica-cultural, causando a indignação na população.


Reunião da Comissão Organizadora da 40ª Expocorrente


Cavalgada de abertura da 39ª Expocorrente

 


Show durante a 39ª Expocorrente


 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp