16/04/2015 às 08h10min - Atualizada em 16/04/2015 às 08h10min

Robert Rios denuncia extorsão contra empresários

Na maior parte de sua fala, Rios voltou a critica a presidente Dilma e a denunciar a existência de um suposto esquema de cobrança de propina de 20% sobre o valor devido

Alepi

Primeiro orador a ocupar a tribuna, durante a sessão ordinária desta quarta-feira (15), o deputado Robert Rios (PDT) se reportou à audiência pública realizada na Comissão de Administração e Política Social, que tratou das obras inacabadas no Piauí. 

Na maior parte de sua fala, Rios voltou a critica a presidente Dilma e a denunciar a existência de um suposto esquema de cobrança de propina de 20% sobre o valor devido, que estaria em curso na atual administração, onde assessores teriam sido nomeados para extorquir empresários com créditos a receber do Governo do Estado por obras realizadas e/ou serviços prestados.
 

“A industria da corrupção é o que pára obras. O Brasil precisa ser passado a limpo e o Piauí junto”, defendeu o deputado, alertando que a Polícia Federal se aproxima cada vez mais do Palácio do Planalto, onde estaria o verdadeiro foco de corrupção no país.


Robert Rios lembrou o requerimento solicitando a relação de cargos em comissão e respectivos salários da Secretaria de Estado do Governo, onde haveria assessores sem trabalhar.


“É um escândalo imaginar que o Palácio de Karnak abriga como assessor do governo pessoas recebendo sem trabalhar, o que não tem outro nome senão corrupção”, afirmou o deputado, aparteado pelos deputados Dr. Pessoa (PSD) e Evaldo Gomes (PTC).

 

A sessão foi marcada pela posse do deputado estadual João de Deus (PT), indicado como líder do Governo 
na Assembleia Legislativa.

 

 

 

 

Paulo Pincel    Edição: Katya D'Angelles

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp