11/05/2015 às 11h25min - Atualizada em 11/05/2015 às 11h25min

Município de Corrente é destaque em congresso internacional na área da saúde

Evento foi promovido pela UFPI em parceria com o Ministério da Saúde

Ascom

O Município de Corrente foi destaque no II Congresso Internacional de Atenção Primária em Saúde, realizado de 04 a 07 de maio, em Teresina. Realizado pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), em parceria com o Ministério da Saúde, Secretaria de Saúde, Fundação Mundial de Saúde e Conselho das Secretarias Municipais da Saúde (CONSEMS), o evento reuniu centenas de pessoas da área, trazendo como foco a Atenção Primária, Redes de Atenção e a evidência na saúde, em programação extensa com mesas redondas, apresentação de trabalhos científicos e de vivências.

Estiveram representando o município o secretário de Saúde e Saneamento,  Edivaldo Reis, a Coordenadora de Saúde da Família, Bianca Franco, a Coordenadora de Saúde Bucal, Mariângela Knitter Barros, e os médicos Dr. José Antonio Ugarde e Dra. Odalys Trujillo.

Os trabalhos apresentados no Congresso foram “Avaliação da atenção ao programa de Hiperdia na UBS Fazenda de Cima, zona rural de Corrente”; “Melhoria da atenção ao programa Hiperdia na UBS Aeroporto, zona rural do município de Corrente” e “Programa Mais Médicos para o Brasil em Corrente, PI: uma experiência exitosa,  efetiva, experiente e eficaz na ampliação do acesso humanizado na estratégia da saúde da família e da saúde bucal e seus aspectos interdisciplinares”.


Coordenadora de Saúde da Família, Bianca Franco, apresentando os painéis
 

A Coordenadora de Saúde da Família, Bianca Franco, destaca que a importância da participação do município em um evento desta natureza é transmitir as ações desempenhadas pela saúde. “Com a colaboração de todos os profissionais foi possível desenvolver um trabalho interdisciplinar, com a proposta de melhorar a qualidade de vida de todos os munícipes, através do foco na ampliação do acesso, que inclusive foi o tema da Conferência Municipal de Saúde pela Atenção Básica”, colocou.

Nos trabalhos também foi demonstrado que, através da educação em saúde, é possível promover  a prevenção de doenças e permitir à sociedade melhorar a sua expectativa de vida. “O Programa Mais Médicos para o Brasil trouxe isso, essa vivência efetiva do Saúde da Família às comunidades da zona urbana e da zona rural do município. É a efetivação dos princípios do SUS: trabalho com equidade, universalidade e a integralidade de ações, utilizando diversos profissionais”, enfatizou Bianca.

 

Martha Santhuza. Edição: Viviane Setragni

 



 

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp