10/06/2015 às 20h14min - Atualizada em 10/06/2015 às 20h14min

Cerrados e litígio com outros estados terão atenção especial

Assembleia Legislativa aprovou a lei que dispõe sobre a formação da Comissão de Estudos Territorais.

Alepi

A Assembleia Legislativa aprovou a lei que dispõe sobre a formação da Comissão de Estudos Territorais. A partir de agora, a comissão deverá contar outros novos deputados. Um será responsável pelos assuntos da região dos cerrados e, outro, deverá responder diretamente pelos processos relacionados aos projetos no setor de divisão do Piauí com outros Estados.


O deputado Zé Santana (PMDB) é mais um integrante da comissão e, deverá responder pelos assuntos relacionados a região dos cerrados piauiense. Liziê Coelho (PTB) é titular da comissão no que diz respeito aos processos relacionados a litígios do Piauí na divisa com outros Estados.


Também o deputado Rubem Martins (PSB) passou a integrar a comissão. O deputado Antônio Félix (PSD) continua na presidência da Comisssão de Estudos Territoriais e, João de Deus deixou a comissão, porque é líder do Governo Wellington Dias na Casa.

 

Outra alteração da composição da CETE será a participação de membros do Interpi (Instituto de Terras do Piauí) que deverá representar o Governo do Estado nos assuntos relacionados as terras do Estado do Piauí. na comissão.


A Comissão de Estudos Territoriais continua com representantes do IBGE, CREA-Pi, Tribunal de Contas, Associação dos Engenheiros Agrimensores e Fundação Cepro.


Acordo – Hoje, assinaram acordo de limite territorial o prefeito de Lagoinha do Piauí, Manoel Dedé e o de Olho Dágua do Piauí, Antônio Francisco. Eles assinaram o acordo com o prefeito de Água Branca, Jonas Moura.


Emerson Brandão - Edição: Katya D'Angelles

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp