12/06/2015 às 18h50min - Atualizada em 12/06/2015 às 18h50min

Assentados poderão liquidar suas dívidas com até 80% de desconto

Famílias beneficiadas pela reforma agrária e inclusas no Programa Nacional Crédito Fundiário têm até o dia 30 de junho, deste ano, para solicitar a renegociação ou a liquidação de dívidas

CCOM

As famílias beneficiadas pela reforma agrária e inclusas no Programa Nacional Crédito Fundiário têm até o dia 30 de junho, deste ano, para solicitar a renegociação ou a liquidação de dívidas contraídas pelas linhas de crédito voltadas para assentados no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Estas famílias devem procurar uma agência bancária do Banco do Brasil, Banco da Amazônia ou Banco do Nordeste.

A renegociação autoriza desconto de até 80% da dívida destas famílias assentadas que quiserem liquidar dívidas de linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) “A” e “A/C”.

Além do desconto que permite que a dívida seja encerrada com o pagamento de 20% do valor devido, o assentado pode ainda renegociar os débitos pagando um sinal de 5% do valor devido e obter desconto de 40%, com parcelas anuais do restante devido em prazo de até 10 anos, com juros de 0,5% ao ano.

De acordo com Patrícia Vasconcelos, Diretora do Crédito Fundiário no Piauí, a renegociação é muito importante, porque possibilita a elaboração de novos projetos para os assentados. “Com isso, eles ficarão adimplentes e voltarão a ter crédito nas instituições financeiras para impulsionarem seus projetos”, enfatiza Patrícia.

A medida foi autorizada pela resolução nº4.298 do Banco Central de 30 de dezembro de 2013 e teve prazo estendido até o final de junho deste ano pela Resolução nº4347. A medida é válida para todos os agricultores assentados ou em áreas reconhecidas pelo Programa Nacional de Reforma Agrária pelo Incra e também para os beneficiários do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF), coordenado pela Secretaria de Reodenamento Agrário do Ministério do Desenvolvimento Agrário e no Piauí é coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp