19/02/2015 às 23h18min - Atualizada em 19/02/2015 às 23h18min

Governador recebe universitário piauiense que vai dar aulas na França

Piauiense foi selecionado e vai, a partir de outubro, ministrar aulas de português no ensino público da França.

CCOM

Estudante do Curso de Letras da Universidade Federal do Piauí, Rômulo Silvestre Quaresma Mendes, de 21 anos, obteve o 1º lugar do país em uma seleção realizada pelo Ministério da Educação Nacional da França e vai ensinar Português durante oito meses na França. O universitário foi recebido na tarde desta quinta-feira (19), pelo governador Wellington Dias, no Palácio de Karnak.

O governador disse que Rômulo é motivo de orgulho para o Piauí e na audiência, autorizou ao presidente da Fapepi, Francisco Guedes, uma forma de incentivo e apoio ao estudante através de bolsa. “Rômulo é um exemplo e inspiração para sociedade pois, por mérito, conseguiu êxito e será professor de língua portuguesa para os franceses”, disse.

Audiência com o Prof. Rômulo Silvestre e Humberto Coelho (Antares)( Foto: Paulo Barros)

“Aqui no Brasil, a seleção ficou sob a responsabilidade da Embaixada Francesa em Brasília e os consulados para as regiões”, diz Rômulo, acrescentando que seu gosto pelo francês começou aos 10 anos, quando a mãe Úrsula Quaresma fez um curso desta língua. “Gosto muito da sonoridade. Sempre sonhei em conhecer o a França, mas nunca imaginei que pudesse passar uma grande temporada e trabalhando como funcionário temporário do governo francês, recebendo uma remuneração. A nomeação deve sair no mês de março”, comenta.

 

Rômulo diz que entrou na Universidade Federal em 2010 e até hoje só tem a comemorar os resultados do esforço e empenho. Para ele, a educação vale a pena e tem o poder de transformação social. Ele acrescenta que viaja para a França em setembro, já que o período letivo inicia em outubro e espera transmitir não só o português, mas também um pouco da cultura piauiense.

Orgulho dos pais Raimundo Nonato e Úrsula Quaresma, Rômulo fá foi bolsista do CNPq, quando desenvolveu pesquisa na área de Semântica e do PIBID (Programa Institucional de Bolsas). O universitário pretende aproveitar a temporada que passará na França e informou que o contrato pode ser prorrogado, o que pode lhe render mais tempo para conhecer a cultura e viajar por outros países, como Portugal e Itália. Depois ele volta ao Piauí, onde pretende ser professor.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp