05/08/2015 às 17h32min - Atualizada em 05/08/2015 às 17h32min

José Hamilton propõe legislação tributária para agronegócio

Deputado sugere que o Piauí siga o exemplo do Ceará, que sobretaxou os produtos de origem animal

Alepi

O deputado estadual José Hamilton (PTB) vai se reunir com o governador Wellington Dias, após o retorno do chefe do Executivo dos Estados Unidos, para propor a criação de uma legislação estadual específica para o agronegócio, citando a produção de grãos nos cerrados e as bacias leiteiras nas regiões de Teresina, Oeiras e Corrente.

 

Hamilton sugere que o Piauí siga o exemplo do Ceará, que sobretaxou os produtos de origem animal, como o leite importado de outros estados – com cobrança de 45% de impostos para estados do Sul e Sudeste e 37% para as outras regiões.
 

O leite de Caraúbas, citou, vem de outros estados, como Goiás e Minas Gerais, sem que o Piauí receba nenhum centavos pela venda desses produtos. No Ceará, são gerados 30 mil empregos com o negócio do leite, onde são produzidos 1 milhão de litros por dia. "Por aqui, são apenas 50 mil litros dia. O Piauí, que já foi um dos maiores produtores de leite e pode reverter isso. Precisamos começar”, propôs.


O deputado acrescentou que o Ceará já fez o que o Piauí precisa fazer: uma legislação específica para proteger o agronegócio da soja, do leite e de outros setores produtivos. “Vamos sentar com o governador Wellington Dias para propor a criação de uma legislação tributária específica para o setor leiteiro. Em momentos de crise, é essencial descobrir alternativas para a superação dos problemas, para geração de emprego e renda“, defendeu. “O Piauí tem capacidade, precisamos começar a abrir esse mercado. Esse estado é viavel;. Não estamos inventando a roda. Se o Ceará, no momento de seca e de crise faz o que faz, o Piauí também pode fazer. Basta começar”.


José Hamilton lembrou que há mais de 60 anos já se falava em agonia do Rio Parnaíba e até hoje nada se fez para preservar um dos maiores bens que os piauienses possuem. “O Rio Parnaíba é a alma desse povo, do Piauí. Não é Assembleia, não é governo. Precisamos começar a fazer algo para recuperar o rio, não é coisa de dez anos, é de 100 anos. Mas é preciso começar”, disse.

 

 

Paulo Pincel    Edição: Katya D'Angelles    


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp