05/11/2015 às 17h06min - Atualizada em 05/11/2015 às 17h06min

Corpo de Bombeiros está em processo de extinção, diz presidente de associação

O tenente Flaubert Rocha Vieira disse que em 1990 a corporação contava com 600 membros e agora esse número foi reduzido para 320

Alepi

O Corpo de Bombeiros Militares do Piauí está em processo de extinção. A afirmação é do presidente da Associação dos Bombeiros Militares do Piauí, tenente Flaubert Rocha Vieira. Ele disse que em 1990 a corporação contava com 600 membros e agora esse número foi reduzido para 320. Disse também que não existem equipamentos de proteção individual (EPI's), exigidos por lei, e que das quatro viaturas estacionadas no pátio do quartel em Teresina apenas uma funciona. A denúncia foi feita hoje durante reunião, hoje (05), da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa. 

 

“Nós temos a menor corporação do Brasil. Isso é aviltante, é uma agressão à sociedade. Nós entramos com uma ação na Justiça de Trabalho e o Estado foi multado. Ainda na Justiça do Trabalho conseguimos reverter essa multa para a corporação adquirir os EPI's. Porém, muitos bombeiros continuam combatendo incêndios sem o uso de máscaras”, assegurou. Flaubert Vieira disse que no governo de Wilson Martins, depois de muita luta, foi dada a autorização para a realização de um concurso público para a contratação de militares.

 

“Nós pedimos 200 vagas para os Bombeiros, mas foram autorizadas apenas 110. O tempo passou e somente agora o governo anuncia que vai contratar 50 em fevereiro e mais 50 em setembro, não chega nem aos 110 aprovados. Isso é vergonhoso”, afirmou. Ele também lamentou a ausência dos representantes do governo, com exceção de um representante da Secretaria de Fazenda. “Isso é um desrespeito com a categoria e com a própria Assembleia. Todos foram convidados e não deram nenhuma satisfação para não vir”, encerrou. 

 

Durvalino Leal - Edição: Caio Bruno

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp