11/11/2015 às 23h15min - Atualizada em 11/11/2015 às 23h15min

Sessão solene na Assembléia alerta população para prevenção do Diabetes

Lei 6.623/2014, de autoria do deputado Luciano Nunes, tornou obrigatória a distribuição gratuita de insumos e medicamentos para os diabéticos no Piauí.

Alepi

A Assembleia Legislativa realizou, hoje(11), sessão solene alusiva ao transcurso do Dia Mundial do Diabetes (14 de novembro). O deputado Luciano Nunes (PSDB), autor do requerimento para realização da sessão, disse que o objetivo da solenidade foi de alertar a população e o poder público para adoção de medidas de prevenção ao diabetes e o cuidado com os portadores da doença.


Ao abrir a sessão, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (PMDB), convidou para a mesa de honra o secretário de Turismo, deputado Flávio Nogueira Júnior (PDT), o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Francisco Pádua, o representante da Secretaria Estadual de Saúde, Herlon Guimarães, e a presidente da Associação dos Diabéticos do Piauí (Adip), Jeane Melo.O deputado Luciano Nunes afirmou, em seu discurso, ter abraçado a luta pelos direitos dos diabéticos que, segundo ele, vem sendo bem conduzida pela Adip em busca de um tratamento humano e eficaz para os portadores de diabetes. Ele disse que a Lei 6.623/2014, de sua autoria, tornou obrigatória a distribuição gratuita de insumos e medicamentos para os diabéticos no Piauí.


O parlamentar do PSDB declarou que até 2025 o mundo terá 380 milhões de diabéticos e que no Piauí a doença já atinge 118 mil adultos. “Trata-se de uma doença silenciosa, traiçoeira e democrática”, assinalou Luciano Nunes, destacando que este mês foi denominado Novembro Azul como forma de alertar a todos sobre a diabetes.
Luciano Nunes defendeu a realização de investimentos em campanhas de educação e a adoção de estratégias eficientes de combate ao diabetes. O presidente Themístocles Filho disse que a TV Assembleia está à disposição para divulgar gratuitamente as campanhas educativas.


Por sua vez, a presidente da Adip, Jeane Melo, iniciou seu discurso pedindo uma salva de palmas para os deputados estaduais que estavam presentes em grande número à sessão solene. Ela disse que tem um filho portador de diabetes, que ficou entre a vida e a morte, mas sobreviveu e já completou dez anos.Jeane Melo declarou que os dados do diabetes são estarrecedores, citando que a cada dez segundos morre um portador da doença. Ela agradeceu o apoio dos deputados à luta em favor dos diabéticos, dentre eles, Luciano Nunes e Flávio Nogueira Júnior, e defendeu a adoção de políticas públicas que atendam os direitos dos portadores da doença e investimentos em informação sobre o diabetes.


O representante da Secretaria de Saúde, Herlon Guimarães, disse que o secretário Francisco Costa tem planos para implantar centros de referência na prevenção e atendimento aos diabéticos em várias regiões do Estado e assinalou que “as portas da secretaria estão abertas para todos os portadores da doença”.

 

 J. Barros - Edição: Caio Bruno


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp