28/11/2015 às 23h35min - Atualizada em 28/11/2015 às 23h35min

Parnaguá ganha Instituto Histórico e Geográfico

Instituto tem por objetivo adquirir, coligir e conservar documentos, livros, manuscritos, mapas e outros objetos de interesse histórico, geográfico e artístico

Diario do Povo

 O município de Parnaguá, uma das mais antigas cidades do estado, ganha o primeiro Instituto Histórico e Geográfico. Presidido pelo professor João Batista da Silva Conrado, o local foi fundado em 12 de setembro deste ano e tem por objetivo pesquisar, estudar e difundir a história de Parnaguá em todos os seus ramos.

Segundo Batista Conrado, Parnaguá foi fundada em 1761 e tem aproximadamente 15 mil habitantes. Apesar do pequeno desenvolvimento, o município tem uma história rica e importante que merece ser preservada. "Na época do Império, basta lembrar que de oito homens do Piauí que receberam títulos de nobreza, três eram de lá e eram três irmãos: Marquês de Paranaguá, Barão de Santa Filomena e Barão de Paraim", destaca.

O Instituto Histórico e Geográfico de Parnaguá vai adquirir, coligir e conservar documentos, livros, manuscritos, mapas e outros objetos de interesse histórico, geográfico e artístico, como também, tocantes a acontecimentos, tradições e pessoas notáveis, sobretudo de Parnaguá, empregando quando possível, o uso da tecnologia.

Depois da fase de divulgação, serão convidadas pessoas para fazerem parte do Instituto. O órgão deve ter em breve uma sede própria, que será reivindicada junto ao poder público municipal da cidade e será composto por sócios efetivos, correspondentes, honorários, beneméritos e eméritos e estará aberto a pesquisas de todos os ramos.

"A população não tem uma cultura de preservação, não tem consciência do valor histórico da cidade. Lá só tem um prédio que eles conservam, do século XIX, onde era a cadeia pública e hoje é a Câmara Municipal. É de grande importância que a população tome conhecimento deste Instituto, pois, é a partir do conhecer a cidade que se passa a respeitar, a gostar e a preservar o que ela tem", conclui Batista Conrado.

João Batista da Silva Conrado, presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Parnaguá, é também professor efetivo da Uespi em Corrente (PI), é formado em História e Filosofia, e é especialista em Política, além de mestre em Educação.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp