08/12/2015 às 08h10min - Atualizada em 08/12/2015 às 08h10min

Deputado denuncia secretário ao Ministério da Justiça

Alepi

O deputado Robert Rios (PDT) encaminhou hoje (07) uma representação ao Ministério da Justiça pedindo que sejam apuradas as fotos e a mídia onde o secretário de Segurança, deputado federal Fábio Abreu, aparece pisando no pescoço de um suposto assaltante, de 16 anos, já algemado e sob a mira da pistola de um policial. A foto foi divulgada amplamente na imprensa no final de semana. Ele também representou à Procuradoria-Geral da República no Piauí pedindo que os fatos sejam esclarecidos.


No entender de Robert Rios, o secretário quis dar uma demonstração de força e de que a segurança pública oferecida aos cidadãos é eficiente, mas o que a sociedade observa é o crescimento acentuado da onda de criminalidade, com estupros coletivos, chacina em série, assaltos a todo momento, enquanto o governo gasta muito dinheiro com propaganda para dizer que as instituições funcionam a contento.


“A todo momento vemos na mídia que a criminalidade caiu 20%, 40%, que a taxa de homicídios foi reduzida, enquanto o secretário fica pisando no pescoço de um garoto. Não oficiamos ao governador Wellington Dias porque queremos aguardar a sua consciência. Se deixarmos como está, daqui a pouco a polícia daqui estará igual ou pior que a de São Paulo ou do Rio de Janeiro, onde cinco pessoas foram metralhadas dentro de um carro. Foram mais de 120 tiros”, afirmou.

 

Durvalino Leal - Edição: Katya D'Angelles

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp