25/05/2016 às 21h31min - Atualizada em 25/05/2016 às 21h31min

Vereadores acusam prefeito Neemias Lemos de corrupção

A denúncia foi apresentada ao TCE no dia 12 de janeiro deste ano. A relatora do processo é a conselheira Waltania Maria Nogueira de Sousa Leal Alvarenga.

GP1

Vereadores do município de Cristalândia do Piauí ingressaram com representação no Tribunal de Contas do Estado pedindo que seja realizada uma auditoria no Município, que tem como prefeito Neemias Lemos, a quem eles acusam de corrupção. Na representação, eles apontam diversas irregularidades que vem ocorrendo na Prefeitura. A denúncia foi apresentada ao TCE no dia 12 de janeiro deste ano. A relatora do processo é a conselheira Waltania Maria Nogueira de Sousa Leal Alvarenga. 

O pedido foi formulado pelos vereadores Marcos Lisbôa Nogueira, Armando Valter Fabrício Thiago e Adriano Brito Freitas, que afirmam que o município de Cristalândia vive um período de total descaso por parte da gestão. De acordo com eles, o prefeito Neemias Lemos vem firmando diversos contratos sem realizar procedimento licitatório, bem como está desviando diversos recursos da educação, cometendo diversos crimes, como fraude em licitação, falsificação de documentos públicos e uso destes, apropriação indébita, dentre outros. 

Segundo os vereadores, Neemias Lemos e seus secretários vêm cometendo diversos atos lesivos aos cofres da Prefeitura de Cristalândia, assim como desvios de recursos do Município em favor de si próprios. Eles afirmam que o prefeito tem gastos com folha de pagamento acima do permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal; que nos anos de 2013, 2014 e 2015, o prefeito e seus secretários fatiaram despesas, o que é ilegal, e que há inclusive a contratação de empresas fantasmas. 


Na representação, Marcos Lisbôa, Armando Valter e Adriano Brito ainda afirmam que a Câmara Municipal de Cristalândia instaurou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar os fatos narrados na denúncia. 

Outro lado 

O prefeito Neemias Lemos não foi localizado para comentar a denúncia.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp