25/03/2017 às 12h27min - Atualizada em 25/03/2017 às 12h27min

Criança de 11 anos sequestrada em Goiás é resgatada no Sul do Piauí

G1
Delegacia de Polícia da cidade de Oeiras (Foto: Patrícia Andrade/G1)

Um homem de 40 anos suspeito de sequestrar uma menina de 11 anos na cidade de Ipameri, em Goiás, foi preso na noite dessa sexta-feira (24) em Oeiras, Sul do Piauí. Em depoimento à polícia, ele alegou que tinha um relacionamento amoroso com a menor desde dezembro do ano passado e durante o cárcere privado manteve relações sexuais com a vítima.

Conforme a Polícia Civil, a criança estava desaparecida desde quarta-feira (22), quando saiu para ir à escola a pé e não chegou ao destino. Testemunhas relataram ter visto a menina acompanhada do auxiliar de serviços gerais, que é conhecido da avó da vítima e natural de Oeiras.

"Após a família perceber o desaparecimento da menina e buscas na região, a polícia de Ipameri pediu ajuda a Polícia Militar do Piauí, por acreditar que o suspeito teria vindo ao estado. Em apenas duas horas, o Núcleo de Inteligência da Delegacia de Oeiras localizou e prendeu o auxiliar de serviços gerais e resgatou a criança em uma casa próximo à subestação de energia da cidade", informou John Feitosa, relações públicas da Polícia Militar.

Em estado de choque, a menor foi encaminhada para acompanhamento do Conselho Tutelar de Oeiras e a família da vítima acionada. O suspeito encontra-se preso na Delegacia de Oeiras e deve responder por estupro, sequestro e cárcere privado.

Entenda o caso
A menina de 11 anos desapareceu após ser vista pegando um mototáxi com um conhecido da família, em Ipameri, no sudeste de Goiás. Segundo a mãe da menina, Simone Theodoro Freitas, a filha está sumida desde quarta-feira (22). A Polícia Civil e a Polícia Militar investigam o caso à procura da criança.

A mãe da garota relatou que a família esteve em uma festa de Natal na casa do homem a convite de um amigo do avô da menina. Ela acredita que o suspeito pode ter enganado a menina para levá-la.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp