05/04/2017 às 21h17min - Atualizada em 05/04/2017 às 21h17min

GAECO inaugura nova sede em Teresina

Portal Corrente

A Solenidade de inauguração da nova sede do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) foi realizada na manhã desta segunda (3). O novo espaço com estrutura moderna marca a concretização de objetivos traçados para melhorar, ainda mais as condições de trabalho e um serviço de excelência para a população, no combate ao crime organizado contribuindo para o enfrentamento à corrupção e à impunidade. Na ocasião, o Procurador-Geral de Justiça Cleandro Moura assinou o ATO PGJ Nº 665/2017 que cria o Regimento Interno do grupo.

Estiveram presentes na cerimônia de inauguração, representantes de diversos segmentos que atuam em parceria com o grupo. Entre eles, o Superintendente substituto da Polícia Rodoviária Federal Doriedson Viana, o Presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Olavo Rebelo, o Procurador- Chefe em exercício da Procuradoria Regional da República no Piauí, Tranvanvan da Silva Feitosa, o Secretário de controle externo do Tribunal de Contas da União Luis Emílio Xavier dos Passos, o Desembargador do Tribunal Regional do Estado Valério Chaves.

Pessoas de pé

Pessoas de pé

 

Também o Superintendente da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) Renato Ferreira, o Major Bertoldo de Carvalho Neto representante do 2º BEC, o Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí Hilo de Almeida Sousa, o Juiz da vara Agrária Eliomar Rios, o vice-presidente da OAB-PI Lucas Villa, o Tenente-Coronel Diretor de Inteligência da PM-PI, coordenador de Operações do GAECO Scheiwann Lopes, o integrante da Rede de controle Paulo Sérgio, além de servidores e membros do Ministério Público do Piauí.

“Se o GAECO começou engatinhando e realizou um trabalho profícuo com a grandeza que está agora, com certeza produzirá muito mais para o Ministério Público e toda sociedade”, destacou o Corregedor-Geral do Ministério Público do Piauí, Aristides Silva Pinheiro ao relembrar o início do grupo, ressaltado o trabalho da Procuradoria Geral ao dotar o grupo com modernas instalações.

O Procurador-Geral de Justiça do Piauí, Cleandro Moura, transmitiu os votos de saudação a todos os presentes e enfatizou a relevância do GAECO para a sociedade e o compromisso estabelecido em oferecer infraestrutura adequada para todos que atuam no grupo. “ A partir do momento que oferecemos a servidores e membros condições adequadas de trabalho, tanto estrutura física, como investimentos em tecnologia da informação, nós estamos ampliando os horizontes de atuação. Quem se beneficia com isso é a sociedade ”, disse.

Pessoas de pé sorrindo

Pessoas de pé sorrindo

 

O Coordenador do GAECO Romulo Cordão, enalteceu a importância da nova sede. “Essa inauguração, além de tudo, tem um momento simbólico porque além de nos propiciar um espaço físico mais adequado ela reforça a ideia de grupo, de junção e união, pois aqui trabalharão além do Ministério Público, outros órgãos que atuam conosco e que são indispensáveis nessa atuação de combate ao crime organizado”, afirmou.

Homem falando

Homem falando

A Vice - Governadora do Estado do Piauí Margarete Coelho acompanhou o evento e reforçou o quanto a atuação do grupo é fundamental. "Se o crime é organizado, o Estado tem que ser mais organizado ainda. Essa nova sede do GAECO vai possibilitar exatamente isso, fazer com que a rede funcione toda aqui, sendo um ponto de referência também pro cidadão saber onde funciona o GAECO. E também para facilitar o trabalho, a troca de informações para agilizar as comunicações e dar a dignidade que o GAECO merece”, asseverou.

 

DISCURSO DE INAUGURAÇÃO DA NOVA CASA DO GAECO
.........................
O crime se reformulou e se inovou. Hoje os delitos que, certamente, causam a maior danosidade social imaginável são cometidos sem um único disparo de arma de fogo, a distância e sem uma única gota de sangue derramada. Sem a mínima agressão física ou ameaça.
São estes crimes praticados sob a escora da boa aparência, de sorrisos e apertos de mão, nada republicanos, que vêm arruinando a nossa Nação.

E não sou leviano para afirmar que a corrupção já não existia a longíquos tempos. Não! Ela é tão antiga quanto a própria humanidade, talvez.
O que quero dizer é sobre este Estado de coisas que foi instalado em nosso país, onde a corrupção foi institucionalizada e a cada dia pela manhã no noticiário não mais nos surpreendemos com a audácia de determinados agentes públicos.
Tais agentes, sem dúvidas, representam uma minoria, mas uma minoria audaciosa, astuciosa, que se aproveita, em muita vezes, do silêncio, da timidez, dos agentes Sérios.
Senhores e Senhoras!!! A merenda, o material escolar, as carteiras, a até os professores que faltam nas escolas públicas, muitas vezes estão dentro das garagens em condomínios de luxo.
O remédio, a vacina, o leito hospitalar, o salário dos profissionais da saúde, muitas vezes está dentro de contas bancárias no país e, notadamente, no exterior.
Os sonhos de nossos jovens cidadãos, muitas vezes, está transformado em jóias e artigos de luxo, como vergonhosamente, temos visto no Brasil.
Creios que estes sim, são os mais algozes criminosos, pois roubam os sonhos, roubam a esperança, roubam a perseverança dos cidadãos de espírito BOM.
É para tal tipo de delinquencia que se pensou nos GAECOS. Nossa grande vocação, o combate a Corrupção.
As garantias, as prerrogativas que o Legislador Constituinte nos ofertou não teve outra intenção, senão contrabalancear os poderes e permitir, que através da Autonomia e da Independência, um Órgão pudesse atuar com altivez.
Esta missão, naturalmente, somente é possível na prática com a firmeza das parcerias entre todos os órgãos de controle estatal. Assim, o Tribunal de Contas do Estado, o Tribunal de Contas da União, a Controladoria Geral do Estado, a Controladoria Geral do Estado, são parceiros indispensáveis nesta Missão.
Logicamente, não posso esquecer de reforçar a importância da atuação conjunta, ainda, com as Polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária Federal, além de outros órgãos importantes para a consecução deste fim.
O fato é que, na nossa módica e humilde opinião, o Ministério Público piauiense em muito cresceu, se desnvolveu e amadureceu, mas creio que ainda necessitávamos ocupar um espaço importante. O espaço do combate efetivo ao crime organizado.
E não sejamos inocentes. Não é fácil ocupar tal espaço. É preciso ter muita coragem e determinação, pois lutar contra o crime organizado é, muitas vezes, contrariar interesses poderosos, cortar na própria carne, gerar insatisfações institucionais e até renunciar a uma convivência social.
Por estas razões, reconheço e agradeço ao nosso Procurador Geral de Justiça, o Dr. Cleandro Alves de Moura, pela forma como vem conduzindo o Ministério Público e, notadamente, a forma como vem preenchendo este espaço que antes era vazio.
O GAECO foi como uma criança. Nasceu, engatinhou, caiu, se levantou e hoje já caminha sozinho. Tenho para mim que não existe mais espaço para o retrocesso.
Os colegas Promotores de Justiça e Procuradores de Justiça, indiscutivelmente, sabem da importância sui generis do GAECO para o firmamento da instituição do Ministério Público. E isto, independentemente, de quem esteja a frente esta Instituição no Futuro, Jamais poderá ser esquecido.
Muito evoluímos, em pouco espaço de tempo. Mas muito temos a crescer ainda.
Os investimentos materiais foram vários, a capacitação dos membros e servidores foi intensa e, sobretudo, a Autonomia de Fato e a Liberdade Responsável e Efetiva, foram os maiores legados deixados pela atual gestão do Ministério Público sobre o GAECO.
Termino meu discurso, suplicando o Arquiteto do Universo que continue a guardar as vidas as pessoas que habitam nesse lar chamado GAECO, nos dando força e vibração positiva para continuar a MISSÃO.
PORQUE MISSÃO DADA É MISSÃO CUMPRIDA!!!!

OBRIGADO!!!

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp