29/01/2018 às 10h07min - Atualizada em 29/01/2018 às 10h07min

BR 135 no Piauí está no ranking das piores ligações rodoviárias do Brasil

Agência CNT de notícias
BR 135, em Cristalândia do Piauí (acidente ocorrido em 30 de julho).

A 21ª Pesquisa CNT de Rodovias, desenvolvida pela Confederação Nacional do Transporte e pelo SEST SENAT, apresenta, entre outras informações, o ranking das piores ligações rodoviárias do Brasil. O levantamento ainda aponta como estão as condições de quase 106 mil km de malha viária.  

O ranking é obtido após um cuidadoso trabalho, que envolve a coleta das informações em campo, ou seja, diretamente nas rodovias, e a análise dos dados a partir de três variáveis: pavimento, sinalização e geometria da vida. Para conhecer mais, acesse o site da Pesquisa CNT de Rodovias.

Enquanto as 10 melhores ligações rodoviárias estão localizadas no Estado de São Paulo e são concessionadas, as 10 piores estão sob gestão pública e localizam-se, na sua maioria, no Norte e no Nordeste.  

O trecho da BR 135 que liga Barreiras, na Bahia, à Teresina está incluída 7º lugar da classificação. Com a pista de rolagem estreita, fora dos padrões de uma rodovia federal e com uma altura muito acima do recomendado, devido aos sucessivos recapeamentos ao longo dos anos, a rodovia se tornou um pesadelo para os motoristas que necessitam transitar pelo estado. O menor descuido pode resultar em um grave acidente, muitas vezes mortal. A grande quantidade de acidentes registrados especialmente no trecho do Extremo-Sul do estado lhe rendeu a alcunha de Rodovia da Morte.

Veja, abaixo, o ranking das piores ligações rodoviárias do Brasil. 

1ª: Natividade (TO) - Barreiras (BA): BA-460, BA-460/BR-242, TO-040 e TO-280.

A classificação geral da ligação rodoviária foi péssimo.


1BA-460.jpg

1BA-460.jpg

  BR-163

 

2ª: Marabá (PA) - Dom Eliseu (PA): BR-222.

A ligação foi recebeu classificação geral ruim.


2BR-222.jpg

2BR-222.jpg


  BR-222
 

3ª: Jataí (GO) - Piranhas (GO): BR-158.

O trecho teve classificação geral ruim.


3BR-158.jpg

3BR-158.jpg


  BR-158

 

4ª: Marabá (PA) - Wanderlândia (TO): BR-153, BR-230 e PA-153/BR-153.

A classificação geral foi ruim.


4BR-153.jpg

4BR-153.jpg

   BR-153

 

5ª: Rio Verde (GO) - Iporá (GO): GO-174.

O trecho foi considerado ruim na classificação geral. 


5GO-174.jpg

5GO-174.jpg


  GO-174



6ª: Belém (PA) - Guaraí (TO): BR-222, PA-150, PA-151, PA-252, PA-287, PA-447, PA-475, PA-483 e TO-336.

A ligação rodoviária teve classificação geral ruim.


6PA-150.JPG

6PA-150.JPG


  PA-154

 

7ª: Teresina (PI) - Barreiras (BA): BR-020, BR-135, BR-235, BR-343, PI-140, PI-141/BR-324 e PI-361.

A Pesquisa CNT de Rodovias classificou como ruim essa ligação rodoviária. 


7BR-135.jpg

7BR-135.jpg

  BR-153

 

8ª: Barracão (PR) - Cascavel (PR): BR-163, PR-163/BR-163, PR-182/BR-163 e PR-582/BR-163.

A classificação geral da ligação foi regular. 


8BR-163.jpg

8BR-163.jpg


  BR-163

 

9ª: Brasília (DF) - Palmas (TO): BR-010, DF-345/BR-010, GO-118, GO-118/BR-010, TO-010, TO-050, TO-050/BR-010 e TO-342.

A ligação rodoviária foi considerada regular.


9GO111-min.jpg

9GO111-min.jpg


  GO-111



10ª: Florianópolis (SC) - Lages (SC): BR-282.

A classificação geral foi regular.


10BR-282-min.jpg

10BR-282-min.jpg

  BR-282

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp