29/01/2018 às 15h28min - Atualizada em 29/01/2018 às 15h28min

Vereador de Cristalândia segue com quadro clínico estável e será transferido para Barreiras/BA

Eugênio Santos da Silva tem 7 perfurações pelo corpo.

Viviane Setragni
Portal Corrente
Grande movimento de populares no Hospital Regional, a espera de informações sobre o vereador

A equipe médica do Hospital Regional João Pacheco Cavalcante identificou 7 perfurações a bala no vereador de Cristalândia do Piauí, Eugênio Santos da Silva. Ele deu entrada no hospital por volta do meio dia desta segunda-feira, trazido pelo SAMU.

O Dr. Ferdinan, médico que realizou o atendimento ao vereador, afirma que os tiros foram na face, pescoço, clavícula e abdomem e seu quadro clínico segue estável, sem risco de morte. "Ele não consegue falar por causa dos ferimentos, mas segue consciente", informou o médico. Quanto ao número de tiros, ele afirma que não é possível precisar, pois há as perfurações de entrada e saída das balas. Também não é possível identificar com 100% de clareza se algum órgão vital foi atingido, o que será possível apenas através de cirurgia.

Devido à gravidade dos ferimentos, a família decidiu encaminha-lo para o Hospital do Oeste, no município de Barreiras, estado da Bahia, distante pouco mais de 200km de Corrente.

De acordo com testemunhas oculares, o vereador estava em sua própria residência quando foi amistosamente abordado por um homem desconhecido, que chegou junto com outro homem em uma moto pequena. "Ele tava na porta de casa quando esses homens chegaram, perguntaram alguma coisa pra ele e ele convidou um deles pra entrar. Quando ele entrou, sacou uma arma, disse que era um assalto e já foi atirando", relatou uma das testemunhas.

As pessoas que estavam em frente à casa do vereador também afirmam terem visto uma arma com o homem que pilotava a moto.

"Não era gente daqui, isso a gente tem certeza", reafirmou o rapaz.

A polícia segue investigando o caso.

 

Notícia relacionada:

Vereador de Cristalândia do Piauí é baleado com 4 tiros e recebe atendimento no Hospital Regional de Corrente

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp