26/02/2018 às 15h57min - Atualizada em 26/02/2018 às 15h57min

GAECO do Piauí foi fortalecido por ser um pleito da rede de controle no estado

180 Graus

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), que tem à frente o promotor de Justiça Rômulo Cordão, foi reforçado na gestão de Cleandro Moura, enquanto procurador-geral de Justiça, por uma certa pressão de membros da rede de controle no Piauí. Entres eles, os pertencentes ao Tribunal de Contas da União (TCU).

Na verdade, esse era um dos pleitos dos integrantes dessa rede, formada além do próprio Ministério Público e Tribunal de Contas da União (TCU), por outros órgãos, como a Polícia Federal.

A informação foi repassada pelo auditor de controle externo do TCU, Helano Muller Guimarães, um dos palestrantes no dia de abertura do I Simpósio de Inteligência Institucional do Tribunal de Contas do Estado, iniciado na manhã desta segunda-feira.

O fortalecimento do GAECO, no entanto, acabou por resultar em ataques advindos de políticos incomodados com a atuação do grupo.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp