03/07/2018 às 16h13min - Atualizada em 03/07/2018 às 16h13min

Renovação da CNH não é realizada há mais de três meses em Corrente

Dirigir com a Carteira Nacional de Habilitação vencida há mais de 30 dias consiste em uma infração gravíssima, que gera sete pontos e multa de R$ 191,54

Viviane Setragni
Portal Corrente
Os motoristas de Corrente e região que tiverem a sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida, ou estiverem próximo ao vencimento, terão uma péssima notícia ao dirigirem-se para a 10ª Ciretran de Corrente: há mais de três meses o procedimento não é realizado, causando transtornos para os cidadãos que desejarem cumprir a lei.

De acordo com o servidor do órgão, as habilitações deixaram de ser emitidas quando houve a mudança do sistema, que na prática nunca funcionou devidamente. Ainda segundo o servidor, uma equipe técnica esteve no órgão na semana passada, com a promessa de que até o dia 20 deste mês o sistema estaria funcionando. "Mas não é nada certo", fez questão de acrescentar.

Entretanto, quem estiver com a CNH vencida e solicitar uma certidão do órgão para comprovar que esteve no local para renová-la, o Ciretran não fornece qualquer documento.

Vale ressaltar que dirigir com a Carteira Nacional de Habilitação vencida há mais de 30 dias consiste em uma infração gravíssima, que gera sete pontos e multa de R$ 191,54. As penalidades constam no artigo 162 do Código de Trânsito Brasileiro.


Prova prática

Já a banca de direção marcada para acontecer na manhã dessa terça-feira (3) em Corrente foi suspensa pelo Detran sem qualquer prévio aviso aos proprietários das autoescolas ou aos candidatos. A realização da prova prática é parte indispensável do processo para a retirada da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

 
Márcia Mota, proprietária da CFC Vitória, mostra que os exames ainda estão marcados no sistema

De acordo com a proprietária do Centro de Formação de Condutores Vitória, Márcia Eugênia Mota, a banca estava marcada para a manhã de hoje, quando candidatos e autoescolas foram surpreendidos com a informação de que a prova havia sido cancelada. "Oficialmente não fomos comunicados de nada, e no sistema ainda consta a realização da prova, mas na prática os examinadores não vieram e fomos informados, pelo Detran de Teresina, que o exame havia sido cancelado. Nós temos candidatos que vieram de Palmas e até de Brasília para fazer o exame, sem falar naqueles que estão prestes a perder todo o processo porque vai completar um ano que deram entrada. É dessa forma que o interior do estado é tratado pelo Detran, com descaso e omissão. Quem sofre é a população!", desabafa.


Intervensão do MP

Ainda na manhã de hoje, quando os candidatos que realizariam o exame se dirigiram ao Ciretran para emissão de uma certidão atestando o cancelamento da prova, conforme orientação do Ministério Público, foram informados que na verdade a banca examinadora havia saído de Teresina, mas que um problema no veículo de transporte teria atrasado a chegada da equipe. "Nós não sabemos se essa informação condiz com a verdade ou se o Detran resolveu enviar a equipe após a intervensão do Ministério Público, já que todos os candidatos foram até a sede do MP. O fato é que, segundo as informações repassadas, a banca deverá acontecer na manhã de amanhã (quarta-feira)", informou Márcia.


 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp