29/09/2018 às 16h29min - Atualizada em 29/09/2018 às 16h29min

Dr. Pessoa diz que a desvio de recursos é principal causa da precariedade dos serviços públicos

Ascom
As cidades de Campo Largo, Porto e Nossa Senhora dos Remédios também foram visitadas pela comitiva da coligação "Mudar para cuidar da nossa gente" durante esta semana.
 
Em Campo Largo, Dr. Pessoa fez caminhada pelas principais ruas e avenidas, e conversou com moradores. Ele foi recepcionado na cidade pelo jornalista Feitosa Costa, candidato a deputado federal, por lideranças da região, pelo presidente e pelo secretário do movimento de igreja "Terço dos Homens", Francisco das Chagas e Lourival Ramos, respectivamente.
 
Em Porto, o ex-prefeito Batista Lages e sua esposa Ivana Lages recepcionaram Dr. Pessoa. O candidato realizou caminhada e participou de reunião com lideranças locais, incluindo vereadores e suplentes de vereador.
 
Na cidade de Nossa Senhora dos Remédios Dr. Pessoa recebeu a adesão do ex-prefeito José Alexandre e dos vereadores Mizael Vaz (o Pexim), Elias Neto, Ivan Luz, Chico Lázaro - que ficaram entre os seis mais votados nas eleições de 2016 -, além de outras lideranças políticas. "Eu conheço o Dr. Pessoa de longas datas, desde quando comecei minha vida profissional aqui no Piauí. Eu também sou da área de saúde e nós trabalhamos muitos anos juntos nas regiões de Barro Duro e Água Branca. Lá eu tive como acompanhar e conhecer o caráter, a personalidade e a atitude do Dr. Pessoa. Isso foi um dos fatores mais determinantes para que eu decidisse seguir com Dr. Pessoa", afirmou José Alexandre, que obteve 49,9% na disputa pela Prefeitura de Nossa Senhora dos Remédios, em 2016.
 
Pessoa e sua comitiva participaram, ainda, de reuniões no bairro Real Copagre e no Mafuá, em Teresina. Na primeira reunião, no Real Copagre, Dr. Pessoa foi recepcionado pela enfermeira Márcia Milanez e por moradores e lideranças da região, incluindo os bairros Água Mineral e Aeroporto. "Sou enfermeira, mas já fui agente comunitária de saúde, no bairro Primavera, e eu estou com o Dr. Pessoa porque ele é o candidato da saúde. Quando se fala em saúde só se pensa em Dr. Pessoa. Cansei de ver o Dr. Pessoa ir na fila do HGV pegar pessoas para operar, para ajudar, para resolver o problema das pessoas. Ele vai lá e resolve. E eu gosto de gente que resolve", afirmou Márcia Milanez, ressaltando que o candidato do Solidariedade praticamente não tem rejeição entre os piauienses, diferente dos demais candidatos. 
 
A reunião do Mafuá contou com cerca de 150 pessoas, e também estiveram presentes a candidata a vice, Vanessa Tapety (PTC), o vereador Jeová Alencar (PSDB), coordenador de campanha, o delegado Menandro Pedro (Solidariedade), candidato a deputado estadual, e lideranças locais. 
 
"Aqui, decidimos apoiar o Dr. Pessoa porque enxergamos nele uma esperança para a classe dos professores e também para o povo do Piauí, para os pobres do Piauí. Nos últimos anos o governo de Wellington Dias vem massacrando o povo, vem deixando a classe dos professores de lado, e a gente não tem mais expectativas de mudança no atual governo. Por isso, decidimos pelo Dr. Pessoa, porque enxergamos nele a alternativa de mudança", afirmou o professor Carlos Ivan, de Campo Largo, ressaltando que as escolas públicas piauienses não têm estrutura física, além de a categoria sofrer para conseguir reajustes salariais, como ocorreu neste ano.
 
Batista Lages, que já foi candidato a prefeito da cidade de Porto, afirma que o atual governo foi uma verdadeira decepção para os piauienses. "De certo tempo pra cá, de índio ele passou a querer ser cacique, querendo explorar, fazer do Piauí um quintal da sua casa", afirmou Batista Lages, que é servidor da Secretaria Estadual de Fazenda e produtor de leite e queijo.
 
Dr. Pessoa observa que o desvio de recursos públicos é uma das principais razões para a precariedade dos serviços oferecidos à população. Ele afirma que um dos alicerces de sua administração será o permanente combate à corrupção. "Se o dinheiro público fosse empregado corretamente, sem ser desviado para comprar fazendas, para ir pra Europa, para ostentar, com certeza o povo não estava com tantos problemas", afirmou Pessoa numa das reuniões de que participou na noite de quarta-feira. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp