30/03/2019 às 16h34min - Atualizada em 30/03/2019 às 16h34min

Moradores do Povoado Matas reclamam das constantes faltas de energia elétrica

Por José Bonifácio Bezerra

Blog do José Bonifácio
As centenas de moradores do Povoado Matas, distante 40 quilômetros da cidade de Santa Filomena, no sudoeste do Piauí, estão revoltadas com os péssimos serviços prestados pela CEPISA EQUATORIAL ENERGIA. Em função da humilhante situação, que vem causando transtornos e sofrimentos, resolveram interditar, na manhã da última quinta-feira (28), o principal acesso entre a comunidade e a BR-235/PI (estrada Gilbués/Santa Filomena).

Utilizando cartaz, pedras e pedaços de madeira, eles protestaram contra as recorrentes quedas no fornecimento de energia elétrica, total ou parcial (apenas uma fase) e períodos de até 44 horas sem luz, como ocorreu nos últimos dias, de terça-feira (26) a quinta-feira (28). “Acho que eles estão levando o caso é na brincadeira. Teve uns moradores daqui das Matas que passaram 16 dias com a luz só o risco. Nesta semana, faltou energia das 20h30 de terça até as 16h00 de quinta”, reclama Cristiane Carvalho.

Os consumidores das Matas relatam ainda que estão sendo muito prejudicados, pois além da perda de alimentos perecíveis, falta água nas residências e até na Escola Municipal Padre João. De acordo com os reclamantes, as insistentes quedas de energia são causadas principalmente pela falta de manutenção no ramal que vai da Serra do Riachão ao Povoado Matas, numa extensão de 18 quilômetros, a qual passa por áreas acidentadas e de vegetação densa. Com isso, galhos grandes das árvores atingem a rede elétrica e causam curto-circuito, rompendo o fornecimento de energia.

 
Protesto de moradores em Santa Filomena

Protesto de moradores em Santa Filomena


Por norma, a falta de luz deve ser restabelecida em até 3 horas em área urbana e em até 6 horas em área rural (Povoado Matas). Caso isso não aconteça, o consumidor tem direito de ser compensado com crédito na conta até dois meses depois do incidente. Para ter controle do tempo exato que ficou sem energia elétrica, deve-se registrar cada período de interrupção no fornecimento. O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON) orienta que o consumidor ligue para a concessionária assim que acabar a luz e anote datas e horários de desligamento e de retorno da eletricidade, lembrando sempre de exigir o protocolo de atendimento. No caso da CEPISA, ligue 0800 086 0800.
 
Moradores do interior de Santa Filomena realizam protesto pela falta de energia

Moradores do interior de Santa Filomena realizam protesto pela falta de energia


 
OUTRO LADO - Segundo a porta-voz da CEPISA EQUATORIAL ENERGIA, senhora Mariana Araújo, a empresa está trabalhando para resolver o problema das Matas em definitivo. “A informação que tenho é que a energia foi regularizada. No mais, estão sendo feitas vistorias diárias na rede para substituição de equipamentos. E em abril o problema será resolvido de forma definitiva, conforme informações da gerência de serviços de rede e manutenção, em Bom Jesus. O pessoal já está trabalhando em toda a rede, de Gilbués a Santa Filomena. Santa Filomena é prioridade”, informou.

Antes de ser procurada pela reportagem do BJB para falar sobre a manifestação de moradores do Povoado Matas, a relações públicas da Cepisa Equatorial Energia já havia se manifestado - e nos mesmos termos - sobre o assunto em questão, através de áudio enviado na tarde de sexta-feira (29), em resposta à reclamação que havíamos feito no dia anterior.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp