18/11/2019 às 09h59min - Atualizada em 18/11/2019 às 09h59min

Governo e produtores vão investir na ampliação de fruticultura no Piauí

Governador participou de reunião com produtores de Petrolina e a intenção é ampliar a produção de fruticultura na região

Redação

Mais do que a promoção da fruticultura, a 7ª edição do Festival da Uva trouxe a São João do Piauí empresários e investidores que participaram de reuniões de trabalho com o governador Wellington Dias, o prefeito Gil Carlos, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Igor Neri e a deputada Rejane Dias.

No encontro realizado na sede da prefeitura, na manhã deste sábado, o governador destacou que a região de São João do Piauí tem vocação para fruticultura. “Aqui tivemos representação de alguns produtores de Petrolina”, informou o governador, declarando que eles explicaram que se houvesse a definição de área adequada para fruticultura, eles poderiam investir no semiárido piauiense.

“Então, junto com Embrapa e outros órgãos de estudo, passamos a desenvolver pesquisa na região do Monte Horebe, onde já tem uma produção de frutas, inclusive de uvas. Fizemos a regularização fundiária da área e encontramos uma solução legal. A terra foi arrecada conforme determina a legislação, fizemos o edital conforme e compareceram onze produtores e cada um vai adquirir lote de 50 hectares e haverá duas empresas âncoras, uma da Holanda e outra de São Paulo que trabalham com a comercialização nos mercados interno e externo”, explica Wellington.

A meta, segundo o governador, é alcançar um patamar para mercados externos e interno, com produção diversificada, como manga, uva, banana, melão, caju. “Hoje assinamos o termo que dá condições para registro em cartório e a previsão é de que em 2021 tenhamos espaços para processo de aquisição de mudas, condições de investimento, preparo da terra, perfuração de poços e em 2022, tenhamos produção em grande escala da região do Monte Horebe”, disse.

O secretário Igor Neri afirmou que o encontro foi altamente produtivo. “A realização de um sonho do governador e dos moradores da região, que é ampliar a produção de fruticultura”, declara.

O secretário disse que foi cumprida a primeira etapa com os cartórios e até dezembro ou janeiro vai finalizar todo o processo de vendas de lotes aos produtores e em 2020 começar a venda da produção agrícola da região.

O produtor Ednaldo Aires, que assinou como representantes das empresas e empreendedores, disse estar empolgado e a perspectiva é trabalhar para começar a produzir já no ano que vem.

Para Getúlio Dias, superintendente de projetos estratégicos da Secretaria de Agricultura Familiar (SAF), com o projeto Monte Horebe, a ideia é deslanchar a potencialidade da fruticultura do Vale do Piauí.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp