14/01/2020 às 13h12min - Atualizada em 14/01/2020 às 13h12min

Prefeitura de Gilbués atrasa salário de dezembro e servidores reúnem-se na Câmara de Vereadores

Viviane Setragni
Portal Corrente
Com o atraso nos salários referentes ao mês de dezembro, os servidores municipais de Gilbués reuniram-se na Câmara de Vereadores na manhã desta terça-feira (14) para discutir a situação. A reunião foi coordenada pelo Sindicato dos servidores públicos municipais de Gilbués, Barreiras do Piauí e São Gonçalo do Gurguéia - SINSERPIM-GBS e contou com a participação dos vereadores Cláudio, Marino Junior,  Júnior Figueredo, Dimas e Henrique Guerra.

Na pauta, além do salário de dezembro, também foram debatidas outras reivindicações que, segundo os servidores, estão sendo deixadas de lado pela atual gestão municipal, como explica o presidente do sindicato Arnon Santana Fernandes Gama. "Os servidores de Gilbués continuam sofrendo com os atrasos nos salários, além de uma série de reivindicações que estão sendo ignoradas, como implantação do nível e classes de todos os servidores, pagamento da ajuda de custo, concessão da Licença Prêmio, implantação correta dos profissionais da Saúde, pagamento dos repasses do sindicato, dos consignados e do abono de férias do ano 2019, dentre outros", colocou.

O vereador Henrique Guerra avalia como descaso a postura da gestão municipal. "Os servidores públicos municipais podem contar com o meu total apoio, pois são eles que prestam seus serviços à população, não sendo admissível o descaso do gestor com a classe", colocou.

Na reunião também foi deliberado que, caso não sejam atendidas as solicitações, será feita uma paralisação no início do ano letivo. "Se as nossas revindicações não forem atendidas não haverá início de aula na rede municipal de ensino de Gilbués", pontuou o presidente do sindicato.

No dia 23 de dezembro, os servidores municipais realizaram um ato de protesto nas ruas da cidade, solicitando o pagamento referente ao mês de novembro e reivindicando os cumprimento dos pontos acima.






 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp