03/02/2020 às 09h34min - Atualizada em 03/02/2020 às 09h34min

Funcionários de empresa do canteiro de obras da Usina Solar São Gonçalo paralisam atividades por direitos trabalhistas

Viviane Setragni
Portal Corrente
Trabalhadores da Soltec, empresa que atua no canteiro de obras da Usina Solar São Gonçalo, no município de Gonçalo do Gurgueia, paralisaram as suas atividades na última quinta (27) e sexta-feira (28). De acordo com funcionários, a paralisação teve como objetivo exigir o pagamento de horas extras, premiações por metas atingidas e pagamento integral do vencimento de alguns funcionários.

Para mediar a situação, representantes da empresa Enel Green Power, a responsável pelo empreendimento, falaram aos funcionários esclarecendo dúvidas e apoiando as reivindicações. "Mas eles pediram paciência até que todos os casos sejam resolvidos na semana que vem", disse um dos trabalhadores, que não quis se identificar.

A previsão é de que nesta segunda-feira (3) a maior parte das exigências seja cumprida. 

Com as obras em ritmo acelerado, a
Enel iniciou a operação da seção de 475 MW da planta solar São Gonçalo, a maior da América Latina, um ano antes do prazo definido pelas regras do leilão público.  A construção envolveu um investimento de cerca de R$ 1,4 bilhão, o equivalente a aproximadamente 390 milhões de dólares.

Apesar do sucesso do empreendimento,
não é a primeira vez que trabalhadores do canteiro de obras paralisam as atividades por direitos trabalhistas.


 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp