25/02/2020 às 13h08min - Atualizada em 25/02/2020 às 13h08min

Wellington Dias discute pautas sobre o Fórum dos Corregedores da Região do Matopiba

Redação

O governador Wellington Dias se reuniu, na última sexta-feira (21), com a presidenta da Agência de Desenvolvimento Habitacional (ADH), Gilvana Gayoso, e o corregedor geral da Justiça do Piauí, Hilo Almeida, e o deputado federal Assis Carvalho. Na ocasião, foram apresentadas as pautas a serem discutidas no Fórum dos Corregedores Gerais da Região do Matopiba e os avanços na área de regularização fundiária, após o marco regulatório.

“Tivemos uma agenda onde discutimos sobre a questão da regularização fundiária que, através do marco regulatório, conseguimos avançar em um ritmo acelerado na área rural. Nosso objetivo é trabalhar da forma mais segura para a regularização de conjuntos de terras na capital e também no interior do estado”, declara o governador Wellington Dias.

A Reunião do Fórum dos Corregedores Gerais da Região do Matopiba reúne corregedores dos Tribunais de Justiça do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia com o objetivo de promover soluções para os problemas fundiários comuns aos Estados da região. Este ano, a reunião acontece em Teresina nos dias 16 e 17 de abril.

“Nós temos essa importante iniciativa dos corregedores do Brasil e o Piauí abraçou a reunião desse encontro onde serão formuladas propostas para a melhoria da gestão fundiária e soluções dos conflitos comuns aos estados”, declarou o governador, a respeito da realização do fórum no Piauí.

O desembargador Hilo Almeida destacou a importância da discussão sobre a regularização fundiária. “Esta será a 5º edição do encontro. O Piauí e a Corregedoria do Estado do Piauí, através do corregedor que me antecedeu, o desembargador Gentil, criou o fórum dos corregedores do Matopiba. Nós temos a maior fronteira agrícola do Brasil uma área de 70 milhões de hectares que vivem os mesmos problemas a questão da insegurança jurídica. Por conta disso, este fórum tem objetivo de discutir e achar as melhores soluções para essa pauta”, finalizou.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp