28/04/2020 às 22h29min - Atualizada em 28/04/2020 às 22h29min

Wellington Dias discute políticas de apoio às pequenas empresas durante a pandemia da Covid-19

Redação
O governador Wellington Dias discutiu com gestores de setores da economia, da Agência de Fomento e de órgãos do Governo do Estado, nesta terça-feira (28), por videoconferência, sobre programas e políticas de apoio às pequenas empresas durante a pandemia da Covid-19.

As propostas apresentadas direcionam ao impulsionamento da economia no estado, bem como auxiliam os empreendedores e microempreendedores na manutenção de seu funcionamento. Para isso, o Governo do Estado tem dialogado com os representantes do comércio, indústria e serviço, além de gestores dos bancos a respeito de linhas de crédito.

De acordo com o chefe do executivo estadual, para que estado tenha uma retomada do funcionamento dos setores, é necessário que alguns critérios sejam seguidos. “O regramento de seguir as normas de higiene vai durar por um longo período, vai fazer parte da nossa vida depois da crise e essa retomada será gradativa, dependerá muito das nossas ações agora”, afirmou.

O governo vem desenvolvendo estratégias de identificação da contaminação no Piauí, que é o primeiro estado brasileiro a divulgar uma pesquisa de verificação do grau de contaminação, realizada em parceria com a Universidade Estadual do Piauí (Ufpi). Outra estratégia é a realização do máximo de testes possíveis em todos os municípios do estado e a intenção de aumentar o número de testagens; o Aplicativo Monitora Covid-19, que possibilita o atendimento e contato direto da população piauiense com profissionais da saúde; e a plataforma Piauí Delivery, que permite que consumidores façam compras pela internet e recebam os produtos em casa.

O secretário de Planejamento, Antônio Neto, ressaltou que a retomada deve ser planejada e gradativa. “Precisamos criar novas linhas de apoio de crédito. Novas linhas de consultoria, aprimorar o funcionamento da plataforma digital para fazermos essa saída progressiva e planejada, porque se a saída for imediata, ela vai ter um impacto negativo maior na economia, por isso é importante a análise das propostas e acolhimento de ideias”, disse o gestor.

Para o diretor do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o apoio aos empreendedores durante a pandemia é positivo para o funcionamento dos setores. “É essencial que a gente tenha regras para que façamos esse processo de reabertura. Essa abertura focada em quem tem condições de delivery e de retirada já é uma sinalização positiva para a classe empresarial, tendo como foco que o consumidor evite ao máximo de ir aos estabelecimentos. O Sebrae fica à disposição do governo para contribuir com a mobilização já que tem um papel importante para que a informação para que os empreendedores possam se organizar”.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp