29/04/2020 às 22h11min - Atualizada em 29/04/2020 às 22h11min

Indignada, moradora do bairro Aeroporto, em Corrente, denuncia falta d'água há mais de 20 dias

Viviane Setragni
Portal Corrente


Uma moradora do bairro Aeroporto, no município de Corrente, fez um vídeo nesta quarta-feira (29) denunciando que há mais de 20 dias as casas estão sem receber água. Indignada, ela afirma que, além de faltar água, o poder público abandou o local e a população não teve nenhum suporte para passar todos esses dias sem o abastecimento d'água.

"Hoje eles descobriram que a gente ia fazer uma manifestação e se dignaram a mandar um carro pipa pra cá, isso é uma vergonha, uma falta de competência pra quem comanda", desabafou.

Ela descreve ainda, no vídeo, que todas as casas estão com bombonas e baldes na frente de casa. "O povo sem tomar banho, sem poder beber, tendo que comprar água pra beber, pra poder tomar banho, pra poder fazer comida, isso é uma vergonha! [...] Eu queria que vocês tomassem providência! Isso é um descaso com o povo que mora aqui, uma falta de responsabilidade, uma desumanidade! Aqui tem pessoas idosas, doentes, essa pandemia que as pessoas precisam fazer higienização e não tem água, como é que eles cobram higienização se não tem como fazer!", bradou a moradora, indignada.

Outra moradora do bairro afirma que, durante todos esses dias em que não teve abastecimento na rede, nenhum caminhão pipa passou para abastecer a comunidade, nem da Agespisa, nem da prefeitura. "Eu compro água pra tomar e pra cozinhar. A gente vai na casa de parentes que moram em outros bairros pra banhar e lavar a roupa e ainda tem que trazer água pra casa, de moto, pra ter como dar descarga. O caminhão pipa que veio hoje não deu pra nada, terminou nas casas lá na frente e a gente não viu nem uma gota", colocou.

Nas redes sociais, uma mulher comentou ainda que passou um carro de som avisando que a prefeitura iria levar água no bairro num carro pipa, mas a água foi insuficiente. "só via passar pra lá e pra cá e na minha rua não passou nada isso é um desrespeito conosco, ficamos muito tempo sem água e o talão esse é certo com juros e correção monetária, isso é um absurdo!".

A responsabilidade pelo abastecimento do bairro é da Agespisa. Segundo representantes da empresa, um problema em uma das bombas que envia água para os bairros Morada do Sol, Aeroporto I e II seria um dos problemas. "Também tivemos problemas por causa da pandemia,  falta de energia e o rio com a água turva por causa das chuvas, sem esquecer que, com a grande quantidade de pessoas em casa, o consumo multiplicou", explicou Claudeci Fernandes, coordenador operacional da empresa.

Segundo um comunicado da empresa publicado nas redes sociais, um novo equipamento será instalado nesta quinta-feira (30), e o abastecimento tem previsão de voltar gradativamente.

Mesmo com a notícia do conserto do equipamento, a população informou que pretende realizar uma manifestação na manhã desta quinta-feira (30).
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp