12/07/2020 às 13h11min - Atualizada em 12/07/2020 às 13h11min

CRIME AMBIENTAL: Polícia Militar apreende 519 toras de Aroeira em área de desmatamento ilegal em Curimatá

Viviane Setragni
Portal Corrente
A 2ª Companhia de Polícia Militar/7º BPM apreendeu, na última sexta-feira (10/07), 1.297 metros  de madeira de lei da espécie Aroreira, em uma área de desmatamento ilegal na localidade Flexa, zona rural do município de Curimatá, distante cerca de 30 km da zona urbana. Os policiais tiveram conhecimento da extração ilegal de madeira por meio de denúncia.

Segundo o Comandante da Cia, a guarnição dirigiu-se até o local indicado e constatou uma grande área devastada pelos madeireiros, com uma grande quantidade de madeira cerrada, toda da espécie Aroeira. A árvore nativa, que tem a sua extração proibida por lei devido à sua escassez, ainda é bastante comum na região Extremo-Sul do Piauí, mas está sendo dizimada por causa do seu valor comercial.

Durante a ocorrência, populares relataram que é comum a extração ilegal da Aroeira na região e que na propriedade do denunciante, há cerca de três meses, estava havendo a extração ilegal de madeira no intuito de vender o produto no mercado ilegal.

Foi possível apreender 519 toras de Aroeira de aproximadamente 2 metros e meio, totalizando cerca de 1.297,5 metros de madeira. A extração aconteceu na propriedade do denunciante e em propriedades vizinhas. "Ela foi extraída e as toras foram arrastadas, de trator, para outras propriedades", relatou o comandante.

Apesar do denunciante ter a suspeita de quem possa ser o responsável pelo crime ambiental ocorrido, não foi possível flagrar os responsáveis.

Após as diligências foi lavrado o Boletim de Ocorrência e o Auto de Apreensão da madeira. A notificação dos órgãos ambientais e demais autoridades também será efetuada, a fim de serem tomadas as providências cabíveis.

 
 
 

 
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp