14/07/2020 às 11h39min - Atualizada em 14/07/2020 às 11h39min

CNJ dá prazo de 15 dias para juiz investigado na Operação Faroeste em Formosa do Rio Preto apresentar defesa

Ele encontra-se preso desde o dia 23 de novembro de 2019 em em ação contra venda de sentenças para grilagem de terras.

Bahia Notícias
O juíz Sérgio Humberto de Quadro Campos está preso desde o dia 23 de novembro de 2019

O Conselho Nacional de Justiça deu prazo de 15 dias para que o juíz Sérgio Humberto de Quadro Campos apresente sua defesa no âmbito da Operação Faroeste.

O magistrado está preso no Núcleo de Custódia do Batalhão de Choque da Polícia Militar, em Lauro de Freitas, desde o dia 23 de novembro de 2019 em em ação contra venda de sentenças para grilagem de terras em Formosa do Rio Preto. Além da ação penal que tramita no Superior Tribunal de Justiça (STJ), o juiz responde a uma reclamação disciplinar no CNJ.

Ainda que o juiz não apresente a defesa no prazo, o CNJ poderá incluir a reclamação disciplinar na pauta da sessão plenária do órgão. Ainda não há previsão de data para o julgamento. O corregedor também abriu prazo para apresentação da defesa dos desembargadores investigados, que também foram afastados das atividades do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp