09/09/2020 às 19h24min - Atualizada em 09/09/2020 às 19h24min

Bolsonaro visitará as obras da ferrovia de integração oeste-leste (FIOL) em São Desidério na próxima sexta (11)

Viviane Setragni
Portal Corrente
Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Divulgação: Ministério da Infraestrutura)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deve visitar a Bahia na próxima sexta-feira, 11, mais especificamente na cidade de São Desidério, na região Oeste, para entregar ao Exército a responsabilidade da obra de um trecho de 20 km da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol). 

O ministro de Infraestrutura Tárcisio Gomes de Freitas anunciou parceria com a Valec, empresa brasileira responsável pela construção e administração de ferrovias federais, e com o Exército para a construção. Ainda na sexta-feira, será assinado o Termo de Execução de Serviço (TED) que permite o acordo.

O Exército será responsável pelo trecho II da ferrovia, que está atrasado. O investimento previsto está na ordem de R$ 110 milhões.


Quando estiver totalmente concluída, a Fiol trará entre outros benefícios, a redução dos custos de transporte de grãos, álcool e minérios destinados aos mercados interno e externo; a ampliação da produção agroindustrial da região; e a interligação dos estados do Tocantins, Maranhão, de Goiás e da Bahia aos portos de Ilhéus (BA) e Itaqui (MA).

A ferrovia deve se tornar, também, um importante caminho de escoamento do minério do sudoeste da Bahia (Caetité e Tanhaçu) e de grãos da região oeste do mesmo estado. A ferrovia também poderá se conectar, futuramente, à malha da Ferrovia Norte-Sul, o que traria melhoria para logística nacional.

Está é a primeira vez que um batalhão ferroviário das Forças Armadas assume um projeto de ferrovia, desde a implantação Estrada de Ferro do Oeste (Ferroeste), na década de 1990.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp